quinta-feira, 2 de março de 2017

Aqueles seus olhos negros - para E.M.

Eu sempre fui um ceifador de destino,
um cara estranho e sem fé.
Mas depois que você cruzou o meu caminho,
a marcha constante parou de ser a ré.

E aqueles seus olhos negros, o que vou dizer?
Assim que encontraram os meus.
E sempre que eu penso em você,
e sinto a necessidade de colar os meus lábios aos seus.

Eu nunca fui o dono do mundo,
e quem sou eu para falar de futuro?
Eu só quero você nesse segundo,
e observar o tempo parar!

Então se tem alguma dúvida,
sou de longe a pessoa para solucionar.
Só queria gritar aos quatro ventos,
vem pra cá e faz essa saudade acabar!

Nenhum comentário: