quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Sem expectativas

Reinaldo Del Trejo


Há um tempo, eu tinha um dom. O dom de me apaixonar pelas pessoas. De me deixar aproximar. Hoje, esse dom não existe mais. Talvez por um medo ou até mesmo como uma proteção.

Ou talvez eu prefira meus livros a conhecer outras pessoas. O ser humano é decepcionante, quanto mais você conhece, mais você prefere se afastar. Hoje estou bem. No fundo, gostaria que as pessoas não fossem assim, mas elas são.

Prefiro não dizer que perdi o dom de amar, mas que prefero me amar. Dessa forma, vou me preparando para os dias que virão. Seja de forma consciente ou não, assim que vou encarar os dias. Sem expectativa, sem frustração. 

Nenhum comentário: