segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Mais um dia



Mais um dia amanheceu para Gabriel. Olhar fosco e desnorteado. Trocou de roupa e se olhou no espelho. Observou um velho de 30 e poucos anos. Velho pela alma e não pela idade em si. Se bem que já não é mais um jovem.

Viu ela indo pela porta e perguntou a deus por que ela fez aquilo. Onde o jovem/velho errou em 3 décadas. Se bem que foram inúmeros erros que fizeram ele pensar que era tarde demais para se arrepender de qualquer um deles.

Pensou que era possível reverter a situação. Porém, em contrapartida ela apenas apertou os punhos, fechou os olhos e abriu a boca. E quando o ser humano faz isso, já era.

Gritou ao vento que iria ficar tudo bem. Esse era o seu desejo, mas no fundo, ele sabia que não era ficar bem que ele realmente queria. O problema é que ele procurou a razão acima do que realmente importa.


Cortou a barba, fingiu um sorriso e abriu a porta. Um dia bonito, com um bom raiar do Sol, pintando as nuvens de laranja, com um sabor cítrico que falta em sua vida. 


Continue abrindo a mente!




Nenhum comentário: