terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Chove para os justos e injustos


O raio assombra as nuvens, elas atordoadas despejam seu suor sobre mãos e olhos humanos. Esses pensam serem abençoados, mas no mesmo plano estão estupradores, religiosos e ateus. A água percorre o semblante, até cair na terra, encharcando-a do H2O mais puro.

O homem arrogante se diz merecedor daquela água supostamente abençoada, mas mal ele sabe que todos têm direito de recebe-la, porque hoje todos estamos aqui, amanhã não mais. No fim, todos seremos sepultados ou cremados, transformados em matéria paralisada.

Se você faz coisas boas, elas podem voltar para você, assim como uma grande corrente sem fim. Porém, se cultiva o mal, pode ser que ele retorne, todavia, a grande verdade é que hoje, tudo acontece pelo mero acaso.


Tu caminhas por ruas estreitas e às vezes é atordoado. Isso pode significar algo para você, mas um dia você entenderá que tudo isso não passa apenas de acontecimentos feitos por sua vivência. Entenda, as coisas acontecem apenas porque devem acontecer. Apenas isso.


Você pode gostar:




quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Não compre na Casas Bahia


Comprei o produto “Bike Vertical Mecanica HC 3015” no dia 13/01/2014 no site da Casas Bahia. Paguei com cartão de crédito, a nota fiscal veio no meu email, até ai tudo bem, até que a TransFolha ( transportadora fantasma ) passou em minha casa e não encontrou ninguém por duas tentativas.

Foi ai que começou o inferno. Liguei no SAC da Casas Bahia, e uma funcionária não sabia informar o que acontece após a terceira tentativa de entrega e eles não sabiam nada sobre a Transportadora. Meu, como uma empresa como a Casas Bahia deixa a entrega de uma transportadora e não tá nem ai para o que essa transportadora faz com o produto?

Fui na empresa física no calçadão de Presidente Prudente, fui muito mal atendido por um senhor de cerca de 50 anos, subi no crediário e a mulher me atendeu com um ar de ironia e disse que não tinha nada a ver com a loja virtual. Liguei novamente no SAC da empresa e novamente, uma mulher chamada Elisângela me disse que eles não sabiam nada sobre a Transportadora.

Conversei no Chat com um tal de Welington ( se quiserem eu disponibilizo a conversa ) e esse cidadão disse que iriam me ligar antes da terceira tentativa. Acontece que eu não sei se vai ter alguém no endereço de entrega, já que todos da casa trabalham e até agora ninguém me ligou. E eu queria ir buscar o meu produto na transportadora, fazer meus exercícios e ficar na paz!

Porém, hoje dia 23/01, foi a gota d’água, pedi para minha mãe ligar no RH da TransFolha, a mulher pediu para minha mãe ligar depois de 1 hora, meu irmão ligou e a mulher simplesmente disse que o aparelho já estava em Prudente e eu deveria procurar a Casas Bahia mais próxima.

Fui na Casas Bahia do Prudenshopping, e novamente fui abordado por um funcionário sem educação. Eu falei meu caso e ele disse com ar sarcástico que ninguém poderia fazer nada, então eu pedi para ele me encaminhar para alguém que fosse capaz de solucionar, então conversei com a encarregada do local, essa foi atenciosa e me explicou que não era possível, porque as lojas eram separadas.

Então ela pediu para eu tentar falar com o SAC da Loja Virtual, depois de esperar vários minutos, consegui falar com um tal de Victor, eu falei meu caso e a ligação caiu. Tentei novamente contato e depois de 10 minutos, falei com uma tal de Paloma, essa foi totalmente estúpida comigo e disse que o sistema estava fora do ar. Pedi a ela um número e como poderia fazer para cancelar a solicitação, ela me passou um número.

Esse número era de uma secretária eletrônica e ela não me direcionou a local algum. Até que a funcionaria me ajudou e fez com que eu esperasse 25 minutos para a ligação cair, então eu simplesmente fiquei com raiva e sai da loja.

Nunca fui tratado com tanto desrespeito de uma loja, já efetuei dezenas de compras na internet e nunca vi uma empresa não poder dar sequer o numero da transportadora. Eu queria a minha bike, mas acho que vou é cancelar essa compra.

E espero que todos vocês não pensem em comprar na Casas Bahia. Porque a loja não tem funcionários capacitados e o sistema da loja não está nem ai para nós, consumidores.

Eu queria apenas o número da transportadora que está com a minha bicicleta. Mas pedir isso parece ser muita coisa para esse bando de incompetentes. Nunca pensei que uma loja dessa dimensão pudesse ser tão displicente.

Eu odeio a Casas Bahia. Nunca mais compro nessa loja. 

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Só quero que o dia termine bem

Já passou a época em que esperava coisas grandiosas do meu dia, e olhe só, nem faz tanto tempo assim. Porém, vejo que a cada girar do Sol, estou mudando, não sei se para melhor ou para pior, seria até arrogância querer deduzir isso.

Vejo os amigos de ontem ficando para trás, é claro que uns poucos ainda me acompanham. Todavia, em alguns momentos, a vida se mostra uma perambulante amarga e sem sentido. No entanto, o que eu posso fazer a respeito?

Livros e artigos já foram devorados, mas nada que chegue perto de resolver meus impasses.  No máximo, uns raros lampejos. Hoje a única coisa que eu quero, é que tanto eu quanto as pessoas queridas fiquem bem. Sei que seria presunção demais desejar isso para todo o mundo, já que enquanto escrevo, sei que têm pessoas sendo violentadas, assassinadas, trucidadas.

Prefiro pensar menos. Mas no fundo eu sei que o mundo lá fora é bem mais obscuro do que aqui.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Religião não é sinônimo de estupidez


Algumas pessoas têm o dom de incorporar tudo que um outro alguém fala, deixa de falar e etc. Antes de achar ruim, não venho aqui para falar mal de religiosos. E sei que às vezes sou um pouco chato em relação ao assunto. Na verdade, venho aqui para exaltar minha insatisfação com o fanatismo.

Sim, o culpado de todo o sangue que a religião derrubou, não foram os crentes em Jesus cristo, tampouco em buda, mas sim os estúpidos, retardados, bitolados, que exprimiram tanta estupidez, achando que apenas o derramar de sangue seria capaz de exaltar uma crença.

Infelizmente, ainda existem alguns seres arcaicos que habitam a Terra. Porém, diferente do uso da espada, eles usam o capital. Impõem a pressão do dinheiro. Pobres almas,  não passam de seres asquerosos que estão perdidas na imensidão do tempo.

Queria eu, que o inferno existisse realmente, para quando eu fosse amaldiçoado por minha heresia, eu possa ver de camarote esses seres hipócritas serem molestados pelo diabo. Eu sorriria, arrancaria sangue dos meus lábios, mas juro que a satisfação estaria em meu semblante toda vez que os desgraçados gritassem. Porque deixo a bondade para quem acredita em castigo divino. Eu quero é justiça. 


quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Viver em um meio comum


Olhava ao horizonte, árvores espalhadas pelo esplendor da serra, cada qual com suas particularidades, mas uma coisa em comum. A maioria das árvores buscam ficar próximas de outras com seu porte, o motivo disso eu não sei, porém, me lembro ser humano, que busca um meio comum para a vida.

Algumas árvores, assim como os homens, são diferentes, percebe-se que existem aquelas menores e mais fracas, e são rodeadas de outras gigantescas. Na maioria das vezes, elas acabam morrendo. Mas em outras, elas conseguem viver a partir de muitas dificuldades.

A verdade é que é complicado saber até onde devemos ir com essas dificuldades. Morrer não é a melhor escolha. E sim saber o momento certo de retirar a raiz da terra e seguir com a vida. Mudando para um cerrado mais propício para o seu estereótipo