terça-feira, 29 de outubro de 2013

Médicos estrangeiros no Brasil





O caso de contratações de médicos estrangeiros é um assunto extremamente polêmico, muitos dizem que é uma maneira de sanar a falta de médicos no Brasil. Até ai tudo bem, eu mesmo acreditava que era uma boa medida paliativa.

Porém, hoje ao ler a reportagem do Jornal O Imparcial, fiquei no mínimo abismado, meu susto foi pelo fato de apenas 10% dos médicos brasileiros terem passado no exame REVALIDA, que tem como objetivo analisar se os médicos formados em outros países tem capacidade de exercer a função em terras canarinhas.

O problema é que os médicos estrangeiros  (em sua maioria cubanos ), não irão passar pelo revalida, e ao entrarem no Brasil poderão exercer a função de médicos a partir do programa “Mais médicos “. O governo federal, para não deixar explicito que queria trazer somente cubanos, acabou trazendo portugueses e espanhóis em seguida.

Antes eu acreditava que o programa “Mais Médicos” tinha um objetivo nobre, agora o vejo com outros olhos, pela simples análise, imagine se um médico espanhol de nível alto iria trabalhar em cidades interioranas do nordeste brasileiro para ganhar “míseros” dez mil reais. E o maior problema é que eles sequer passaram por uma prova que comprove sua capacidade profissional.

Daqui a pouco, o governo federal colocará Médicos Veterinários para fazer a função de médicos. Porque seguindo a linha de raciocínio, é melhor tem alguém do que ninguém. Antes de terminar o texto, essa critica não tem teor contra os Veterinários, porque sei bem o quão difícil é o curso, porém, temos que saber que cada função é uma função e se querem trabalhar como médicos no Brasil, tudo bem, mas precisam provar que tem capacidade para tal.

Finalizo o texto com uma pergunta: Por que os médicos estrangeiros não passaram pelo REVALIDA?

Nenhum comentário: