terça-feira, 16 de julho de 2013

Amigos passageiros


Sabe aquele amigo que aparece apenas para encher um buraco? Que é conhecido muitas vezes no colégio, faculdade, trabalho ou em algum lugar rotineiro. Esse tipo de amigo costuma sumir pra sempre ou voltar às vezes.

Esse amigo de épocas acaba sendo muitas vezes importantes em nossas vidas naquele período. Porém é fácil de se perceber quem é esse tipo de amigo, quando ele simplesmente evapora. Por muitas vezes, o motivo do fim da vista diária.

Bom, eu sempre pensei e achava até certo ponto esse tipo um amigo um saco, um verdadeiro porre. Ai percebi que faço parte desse grupo indesejado. Em minha vida eu sumi de várias pessoas que eram importantes em determinados momentos e também fui vitima desse mal algumas vezes.

Tem aqueles amigos que tive na infância, na mudança de escola, quando comecei a trabalhar e na faculdade. São vários que se tornaram apenas um pedaço da minha vida. E fiquei chateado em ver que usei várias pessoas nesse meu pequeno passar de anos. É claro que existem as exceções que acabaram ficando de lado por n motivos.

Tome cuidado para não deixar esses amigos tomarem conta da sua vida. Porque muitas vezes eles te usam. Apesar de fazer parte desse grupo, acredito que sou do tipo menos ofensivo dos amigos passageiros. E para especificar um pouco mais esses tipos de amigos, vou detalhar cada um.

O pervertido: é aquele amigo que se aproxima de você apenas para conseguir contatos com mulheres/homens e assim conseguir algo. Geralmente, eles se aproximam por necessidade e não olham no olho de maneira alguma.

O aproveitador: é aquele que fica próximo de ti apenas para conseguir uma carona ou algo que você possa fornecer para ele. Eles aparecem na maioria das vezes no trabalho.

O amigo por acaso: bom, acredito que esse seja a minha definição. É aquele que conhece a pessoa na rotina e acaba confiando na pessoa. Eles se afastam por causa da rotina maçante e julgam ter outras prioridades.

O traidor: ele te usa, usa e joga fora. Na cara lambida mesmo. Só fica amigo de você para não ficar sozinho e quando se enturma mais, nunca mais olha na sua cara. Esse é o pior tipo de amigo e costuma aparecer quando esse individuo lazarento se muda de cidade. Evite! Eles aparecem de forma sorrateira, pedindo lápis ou até mesmo falando do Corinthians.

É foda. Mas todo mundo tem um pouco de amigo passageiro. Muitas vezes temos que repensar nossas atitudes e vermos qual amigo deve ser levado a sério ou não. E por favor, se for apenas para ser colega, diga isso. Chega de hipocrisia no quesito amizade, ok?


Um comentário:

Anônimo disse...

Faz tempo que não lia seus posts, acho que nunca li. Mas não sei porque, deu vontade de entrar em seu blog e dar uma curiada. Logo me deparei com esse texto, e confesso, fui atraído pelo título. Tenho que te parabenizar pela audácia do tema, falar de amizade é sempre um risco. Eu me vi na mesma descrição que você, amigo por acaso, alias, acho que fui um dos seus amigos por acaso, não sei, quanto a isso tenho dúvidas. Seja o que for, foi bom te conhecer cara, você é o que pode se chamar de ser humano.