sábado, 1 de junho de 2013

Em nome do amor

A chuva bate no rosto, se mistura com lágrimas escorridas, o medo vem de encontro. O receio de sofrer tudo de novo, de ficar sozinho.

A vida é um mar de incógnitas. Um dia estamos consideravelmente bem, já no outro o mundo desaba em nossas cabeças.

A confusão do eu pessoal vai muito além do que as pessoas podem julgar. Não é algo explicável, tampouco plausível, até mesmo para os mais conhecidos.

Mas além do ego e do orgulho, existe um sentimento mais nobre. Que deve ser preservado acima de tudo.

Em seguida, todos os pensamentos egocêntricos vão embora. Porque no fim, a única coisa que quero é ser feliz. E descobri que a única maneira de ser feliz é preservando esse sentimento.

Chega de orgulho. Chega de Ego.


2 comentários:

Marcio Del Trejo disse...

http://marciodeltrejo.blogspot.com.br/2013/06/sabedoria-da-loucura.html

Eu fiz um blog olha ae

B. disse...

"A vida é um mar de incógnitas. Um dia estamos consideravelmente bem, já no outro o mundo desaba em nossas cabeças." Gostei especialmente dessa frase, Del Trejo. Como sempre dizemos "o mundo gira".