terça-feira, 30 de abril de 2013

Pode, tudo pode

O quadrado retangular pode ser visto por ângulo arredondado. A vista dinâmica pode ser analisada de forma parada. O frio pode ser sentido de forma quente. A vida pode ser vista por olhos mortos.

O corvo pode querer carne viva. O leão pode devorar a podridão. O velho pode querer ler um novo livro. O jovem pode querer devorar livros clássicos. O pobre pode querer ser pobre. O rico pode ser feliz.

Uma pessoa pode não querer um amor. Um amor pode não estar interessado em uma pessoa. O coração pode se acariciar solitário. A solidão pode querer uma companhia. O lobo pode querer adorar o Sol. O vampiro pode atacar durante o dia.

O hetero pode ter atração por uma pessoa do mesmo sexo. O religioso pode não ser preconceituoso. Deus pode jogar poker com o diabo. O diabo pode ter ternura. Deus pode ter raiva.

O palestino pode ser amigo de um israelense. O estadunidense pode não ser arrogante. Os gênios podem ser compreendidos. O soldado pode não escolher matar ou morrer. Você pode ser bom. Você pode ser mau.

Viver pode ser bom. Viver pode ser ruim. Você pode sorrir e levar a vida. Você pode chorar e se arrastar. Depende de você, só de você. E nesse jogo de poder, o que você vai fazer?


Um comentário:

B. disse...

Paradoxos reflexivos. Adorei, haha. Muito criativo.