segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Uma carta para quem tem entre 10 e 15 anos

Se você tem entre 10 e 15 anos, leia esse texto até o fim, nele vou tentar expressar o que me arrependo de não ter feito nessa idade, que é maravilhosa. Acredite, tenho hoje meus 19, e olha, esses anos fizeram grande diferença na minha vida.

Primeiro de tudo, aproveite sua jovialidade, seus momentos com seus amigos verdadeiros, porque quando menos ver, aqueles que eram praticamente irmãos vão sumindo de sua vida, se espalhando pela imensidão do mundo. Daqui alguns anos você verá o seu “irmão separado no nascimento” sendo um cara diferente de você, uma pessoa que não lhe agrada. Sendo assim, tente cultivar essas amizades para o mundo não lhe pregar uma peça.

Estude, sim, estude. Isso é uma dica para todos, porque quando menos ver, você estará em uma faculdade e verá que perdeu muito tempo de sua vida, e não conseguiu memorizar aquilo que era para você saber décor. Preste atenção nos seus mestres e professores, porque cada um tem uma vivencia a ser detalhada, mistérios a serem desvendados, usurpe isso da melhor maneira o possível.

Aprenda algumas coisas que sempre quis fazer, exemplo, eu gostaria de ter aprendido a tocar violão e falar inglês, e não consegui, seja por preguiça ou falta de foco, quando você chegar aos seus 18,19, vai se arrepender de não ter feito isso quando sua vida era mais “sossegada’’.

Não trabalhe. Sim, não trabalhe. A vida é feita de ciclos, e cortar um ciclo não é muito bacana, Comecei a trabalhar aos 16 e me arrependo, porque sei que daqui pra frente terei que pensar no meu profissional, e não mais nas minhas bobagens rotineiras. Um ser humano tem a época da vida que tem que brincar, uma aprender e depois trabalhar, não pule etapas, deixe o trabalho para depois.

Não fique pensando em ser adulto. Assim como a dica do parágrafo acima, temos que aproveitar cada momento da vida, e quando a gente vai ficando velho, pensamos em ser criança/adolescentes de novo, como se fosse um carma, onde nunca ficaremos onde queríamos estar.

Não tenha vergonha de ser feliz. Muitas vezes ficamos encabulados, deixamos de fazer o que nos faz bem para respeitarmos a sociedade, ta ai um grande erro, já que no fim, essas pessoas que julgam tanto, não nos acrescentam em nada. Foda-se essas pessoas que só descrevem sem conhecer, seja feliz, curta o seu momento.

Leia. Porque leitura é essencial para o crescimento pessoal, digo isso porque desde quando eu comecei a ler e escrever, eu aumentei muito minha bagagem cultural, minha maneira de se expressar e a comunicação aumentou de forma exponencial. Leia 1 livro por mês, já é o suficiente para você decifrar a mente de um autor e de crescer intelectualmente.

Não omita seus sentimentos. Muitas vezes deixamos de falar coisas que queríamos dizer, prendemos um “eu te odeio”, amarramos um “eu te amo”, deixamos para depois, e o depois nunca chega,e ficamos algumas vezes amargurados, tristes por dentro.

Não procrastine. A procrastinação é a pior coisa do mundo, assim como omitir sentimentos, porque acabamos sendo futuristas demais e esquecemos de desenhar o nosso presente, e como dizem alguns poetas, “Não existe futuro sem um presente”, e acabamos vivendo no potencial e não colocamos nada na prática, e acabamos presos apenas no mundo das ideias.

Valorize sua família. Algumas vezes damos pitis inúteis para com aqueles que só querem nosso bem, e essa é uma das coisas mais idiotas que os adolescentes acabam fazendo, como se dar satisfação para sua mãe fosse algo babaca, sair com seus pais fosse um grande mico. A gratidão é um dos sentimentos mais nobres e a ingratidão não passa de um sentimento podre. De valor para aqueles que lutam por você.

Não desista de seus sonhos. A pressão social existe por todos os lados, não deixe que opinião alheia desfaça seu sonho, sua meta. Lute com todas as forças por aquilo que pretende fazer, não deixe que as pessoas te iludam, não vá pelas palavras dos outros, vá por você, persiga seus sonhos da maneira que um leão persegue um veado na savana africana. Não se satisfaça em sonhos genéricos, se existe o que você quer, busque isso.

Lute. Não adianta nada você querer algo e não fazer nada para conseguir êxito, lute por você e seus objetivos, passo por passo, vez por vez, luta por luta. Comece, trace uma linha e ande, não fique parado no tempo.

Aperte o Foda-se de vez em quando. Vai ter momentos que ficaremos tristes com o mundo, chateados com as pessoas, mas não ligue, algumas vezes a gente temos que apertar o “botãozinho” do foda-se e viver nossa vida, sem se importar com grandes impasses.

Não seja omisso. Sempre que ver algo errado, lute pelo bem e pelo ético, não deixe a honra extraviar, faça tudo da melhor forma o possível, e não deixe que pessoas desonrosas manchem sua pessoa.

No mais é isso galera, tem que aproveitar esse momento, que é incrível, eu não sei bem se aproveitei ou não, mas se eu pudesse voltar e ler essas palavras que eu escrevi, tenho certeza que minha adolescência teria sido bem mais prospera.

Espero que ajudem vocês em algo, lutem por você, lute por seus sonhos, deixe seus olhos brilhantes e sorria, porque ser feliz é o que mais importa nessa vida vaga .


6 comentários:

Brenda Matoso disse...

Nossa realmente muitas dessas coisas já passaram pela minha vida ainda não completei 18 mas em breve isso vai acontecer e deixei muitas coisas passarem despercebidas e que agora faz falta.

Equipe style drops. O viver sem limites esta em manutenção por isso não estou postando lá. então visite o Style Drops que é um blog meu e de um amigo ^^

B. disse...

Acho que vc conseguiu sintetizar com grande mérito, as dúvidas que permeiam a mente dos adolescentes. Seus conselhos são super válidos, assino embaixo. Adorei a ideia e o texto ficou muito legal, Del Trejo *-*

Simplesmente eu disse...

Muitas coisas deixamos de lado e depois fazem uma falta imensa...parabéns Reinaldo eu queria ter lido isso uns 4 anos atrás.....

reinaldo del trejo disse...

Brenda: É complicado, muitas vezes não fazemos algumas pequenas coisas e outras não tão pequenas porque achamos que sempre haverá um jeito, e quando menos vemos já estamos velhos.
Essa é a vida, se não aproveitarmos ela quando é possivel, acabamos nos fudedno.

reinaldo del trejo disse...

Bia: Muito obrigado Bia, como sempre seus comentários são válidos e me ajudam demais a refletir sobre a vida.
Valeu Bia! É nóis.

reinaldo del trejo disse...

Simplesmente: É complicado cara, eu também queria muito ter lido algo assim alguns anos atrás, talvez eu seria uma pessoa melhor que sou atualmente.
Valeu pelo comentário amigo!