segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Deus sabe o que faz

Recebi uma mensagem um tanto quanto irônica outro dia, ela dizia “Deus sabe o que faz”, mas será que sabe mesmo?

Faz cerca de um mês que eu sempre visito a catedral principal da linda Presidente Prudente, para tentar sentir alguma presença divina ou coisa do tipo, mas tudo em vão, tudo é um grande desabafo para mim mesmo, a única coisa que sinto é a desconfiança alheia.

Muitas vezes eu me acho incrédulo, e o meu ceticismo me ajuda em muito a não sentir presença divina alguma. Mas não é por falta de tentar, pelo contrário, desde sempre, eu tentei me sentir próximo a algo acima da compreensão, todavia a única coisa que encontrei foi dúvidas sobre dúvidas.

Não estou julgando quem é religioso, longe disso, eu acho lindo quem consegue seguir uma religião com coração e alma, só que o meu caso é diferente.

Às vezes eu sinto uma presença, mas acho que é o meu subconsciente batendo na minha porta e dizendo: “A resposta está só em você, apenas isso”.

O fato é, desde moleque, eu sempre tentei lutar por algo bondoso, honroso, e o que eu ganhei na vida toda? Um mar de indiferença, incompreensão e ódio, muito ódio.

Sai da catedral com os olhos cheios de lágrimas, não por sentir uma presença que tenha tocado meu coração, mas pela falta dela, por uma indiferença, cruzei a praça que virou um estacionamento, atravessei a rua e me dei de cara com uma linda morena, com uma camisa que estava escrito “Deus é o meu salvador”, um sorriso sarcástico percorreu meu rosto paralisado.

Estava indo para a fisioterapia, a sessão de exercícios foi boa, até que no momento do alongamento, em que a fisioterapeuta força a perna para trás, senti uma dor infernal, senti minhas entranhas dobrarem, meus olhos secaram, senti um ódio sobre mim sem uma explicação especifica.

Reclamei de dor de forma instintiva, ela buscou o gelo, não consegui ficar encostado na parede, então me deitei, olhei pela janela, o céu límpido sem nenhuma nuvem, e vi em cima de um prédio uma cruz.

Alguns minutos depois recebi uma mensagem de uma menina que eu estava ficando, que no outro dia eu descobrira que tudo não passava de uma mera ilusão, como sempre, para não perder a rotina. “Deus sabe o que faz”.

Se Deus realmente existe, ele está me castigando a cada dia, me jogando no vão das sombras, e se o mundo conspirar tanto contra mim, não sei por quanto tempo vou continuar a ter os atos honrosos e dignos.

Dizem que toda causa gera uma consequência, e quanto mais eu faço atos com dignidades, mais eu sou apedrejado pelo mundo, essa é minha vida, essa é minha sina.

“Deus sabe o que faz”, para mim, essa frase é cada vez mais sarcástica e dolorida.


11 comentários:

R. Leroux disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
R. Leroux disse...

Seu texto me tocou profundamente, e não sei o que te dizer pois sou muito religioso, sinto sempre essa presença que te faz falta, mas uma dica é rezar, reze por ti, agradeça pela tua vida, pelos teus amigos, e tenha fé, que um dia há de sentir essa presença, eu sei por experiência própria, as vezes essa presença que sentes não apenas a sua consciência... Belo texto, bem expressivo. Abraços

R. Leroux

Aline Diedrich disse...

Pois é... Muita gente diz "Deus sabe o que faz", porque não se responsabiliza pelos próprios atos. Afinal, a gente precisa saber o que faz...

Anônimo disse...

Acho que Deus está longe de existir, ele só existe na cabeça das pessoas.
Mas mesmo assim não desista de você, lute para ser um grande homem!
Leio sempre seu blog, é muito bom cara, agora que tem espaço para comentar, melhor ainda!

Ana disse...

Deus sabe o que faz...Eu acredito nisso, só porque você ainda não sentiu nada que te prove sobre Deus, não quer dizer que ele não exista. Tudo que acontece na nossa vida de bom ou ruim tem um próposito, algumas coisas nos deixam felizes outras nos tornam mais fortes. Deus sempre cuida de nós nos minimos detalhes e a cada dia nos da uma nova oportunidade.

Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
reinaldo del trejo disse...

R. Leuroux: Eu tento rezar cara, de verdade, só que parece que não tenho tal "poder", parece que estou contra a religião, como se tudo estivesse voltado contra mim.
Não estou dando uma de coitadista, longe disso. Mas acho que nunca vou conseguir ter 100% de fé em algo.
Mas valeu pela força!

reinaldo del trejo disse...

Aline: Muita gente joga a culpa em um ser divino, e como tu disse.
Não quer se responsabilizar por tais atos.
Como é bom ver um comentário seu aqui Aline *-*


Beijaoo

reinaldo del trejo disse...

Anônimo: Obrigado pelas palavras confortadoras!
Acho que Deus existe, mas não quer dizer que ele seja bom ou mal, longe disso.

Abraço!

reinaldo del trejo disse...

Ana: Queria muito acreditar em suas palavras, mas a cada dia passado, vejo que não as aceito.
Se Deus realmente fosse tão "bom", onde ele está nos casos de estupros, assassinatos cruéis?
Onde está a justiça divina? Onde vários fdps se dão bem e as pessoas boas acabam se ferrando...
Onde está o Deus bom?
Onde?

Ana disse...

Diante de tanta coisa ruim que acontece no mundo é normal esse sua indagação...Mas Deus não é ruim, ele é bom sim, a maldade esta no coração das pessoas. Todos temos o livre arbitrio e infelizmente algumas pessoas optam em prejudicar outras. Temos o livre arbítrio e Deus respeita nossas escolhas, ele não é nenhum tirano muito pelo contrário é um Pai que cuide dos seus filhos...