domingo, 30 de setembro de 2012

E o capital enfim fez sentido

Meu pai estacionou a caminhonete ao lado do mercado, pediu para eu apostar um jogo na mega-senna, com a ampla esperança de mudar de vida, eu pensei “Poxa, que pensamento vago, sem noção. Afinal, do que vale o dinheiro se não compra felicidade nem o amor? “.

Apostei, fiz uma sequência aleatória, sem grandes significados. Estava de chinelo havaiana, short da Lázio e camiseta do Chelsea ( ambas pirateadas, sem pagar imposto ) .

Subi no saguão principal do shopping, parei em frente de uma vitrine de uma livraria luxuosa, cheia de livros pelo qual eu queria ler, comprar, desfrutar, não necessariamente nessa ordem. Abri minha carteira vi uma nota de cinco reais, e pensei “É, o dinheiro poderia me trazer um pouco de cultura”.

O pensamento se extraviou quando me lembrei do Sebo perto do terminal, em que com dez contos faço a festa, então me esvaziei desse pensamento. Sendo que os livros que custam setenta pilhas hoje, vão ser vendidos por cincão daqui alguns poucos anos. E para completar minha satisfação, lembrei da minha faculdade que tem um acervo cultural imenso. Ah, obrigado Unoeste, e enfim fiquei mais feliz, na verdade não precisava de muito dinheiro para comprar livros, sequer precisava comprá-los para desfrutar da escrita.

Andei mais um pouco, parei em uma loja esportiva, comecei a ver uniformes de clubes de futebol, comecei a lembrar da época em que eu podia jogar meu precioso esporte, mas esse meu direito foi jogado fora por uma lesão de joelho.

Quando começo a lembrar disso, meus olhos se enchem de lágrimas, porque um direito meu foi roubado, uma vontade de chorar paira o meu rosto adolescente, e uma necessidade de desabar, desafogar bate no meu peito calejado.

A razão passa longe, a vida amadora no futebol vem de encontro, as lembranças boas, as viagens, as amizades, os encontros, a satisfação, tudo vindo do futebol vem de encontro.

Apesar de tudo, faço fisioterapia todos os dias, mas a recuperação é árdua, não sei bem por quanto tempo. A cada dia esses meus pinos parecem incomodar menos, a musculatura volta ao normal, só que sei que o dinheiro não tem nada a ver com isso, teve que acontecer, e simplesmente aconteceu.

Estava pensando em que fazer as coisas pelo capital não tinha suma importância, até que acordei no domingo cedo, antes das 7 meus pais estão acordados, trabalhando, lutando pela sua família.

Pensei como que eles lutam e lutaram por mim e por meus irmãos, fornecendo uma boa formação pessoal, e então sem querer refleti :”Se eles abriram mão de tanta coisa para eu e meus irmãos, o que seria adiar alguns sonhos pessoais para deixarem eles descansarem um pouco? “.

Não seria absolutamente nada em relação ao que eles fizeram. Sorri e pensei que apesar de eu ser arrogante, prepotente, idiota, indiferente, preguiçoso. Ainda tenho um pouco de humanidade nesses meus olhos castanhos claros.

E se você não está disposto a lutar por quem lutou por você. Apenas por algumas realizações pessoais. Não sei bem se você está certo ou errado, é claro que se não lutarmos por nós, ninguém lutará, só que para mim, retribuir isso é o mínimo do mínimo do mínimo.

Não sou herói, longe disso, só que a gratidão ainda paira meu rosto, e não vou ser ingrato, dessa vez não. E o capital enfim fez sentido na minha vida.


sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Fazer parte da vida, e não ser ela por completo

Quando adentramos em um relacionamento, muitas vezes ficamos perdidos, sufocados, querendo saber onde a pessoa está em todo momento, tentamos ser originais e “bons” quase sempre, e acabamos esquecendo a nossa vida antes de conhecer aquela pessoa.

Erro, infantil erro. Já que quando a gente conhece alguém, sua vida não vai ser só aquele alguém. Nossa vida é maior que um relacionamento. Não estou desprezando que é incrível passar um tempo com pessoa a, só que ainda existem sonhos, objetivos, amigos, vida, descanso, lazer.

O que muita gente faz é omitir o seu eu, para inventar uma vida a dois. Uma vida não é só a dois, esconder objetivos e sonhos é o primeiro passo para a aniquilação pessoal. O fim do seu eu, o perecimento pessoal, o final de um ser humano.

Fazer parte é bom, é lindo, é incrível. Morrer não é, e a pior coisa do mundo é morrer enquanto está vivo. Perder a vitalidade, se tornar amarrado a um outro ser.

Quantas vezes você não teve vontade de pular, gritar, tomar um porre, fazer o que der na telha? É incrível, faz parte da vida, mas e quando temos que pedir permissão? Faz parte do que? De um cárcere privado opcional?

A última coisa que quero na vida é ser amarrado. Sou uma pessoa errante, explosiva e livre, sou livre. Não vou me prender totalmente a ninguém.

A minha condição é. Fazer parte ou nada. Porque apagar o meu eu, eu nunca vou fazer isso. Tenho amigos, tenho sonhos, tenho objetivos, tenho a minha vida.

Essa é minha dica. Não viva em função, faça parte, não se apague, lembre-se de seus ideais, suas ideias, sua vida, o seu mundo e universo peculiar, suas particularidades, suas loucuras, suas vontades, seus desejos mais obscuros, suas esquisitices.

Não se omita, seja você, não faça o seu suicídio em vida.


quinta-feira, 27 de setembro de 2012

De Bicicleta


O jogo estava 1 x 1, Manchester United contra seu rival Manchester City, até que Berbatov pegou a bola no meio, fez tabela com Rooney, deixou com Paul Scholes que tocou de lado para Nani, o meia português cruzou, e Wayne Mark Rooney pegou de primeira, em um lindo lance, uma bicicleta primordial, sem nenhum tipo de chance para o bom arqueiro John Hart.

Hoje estava pensando em escrever algum texto curioso, e por acaso me veio esse lindo gol de Wayne Rooney na cabeça, e me surgiu algumas dúvidas, como surgiu essa linda jogada? Por que se chama bicicleta? E esse post vai esclarecer muita coisa para você meu caro leitor, além de ter sido um prazer imenso tê-lo escrito.

Segue o vídeo que estou dizendo:




Quem inventou?



Segundo o dicionário futebolístico, foi o Diamante Negro, Leônidas da Silva que a inventou, em um jogo no ano de 1932 contra um clube chamado Carioca, Leônidas vestia a camisa do Bonsucesso FC na ocasião.

Só que como patentear uma jogada é difícil, já que é impossível saber quem realmente a fez primeiro, ainda existem algumas dúvidas sobre o verdadeiro inventor dessa jogada clássica. Sempre aparecia alguém que dizia já ter feito tal jogada, mas enfim.

No disse que disse, vamos ficar com Leônidas, vai Leônidas, foi você.


Por que chama Bicicleta?



Esse lance é chamado de bicicleta pelo fato de antes de chutar a bola, o jogador/atleta/amador faz um movimento de pedalada, assim como se estivesse andando de bicicleta.


Quando é de bicicleta?

Uma bicicleta verdadeira é considerada assim de fato, quando o atleta pega a bola em uma posição perfeita, ou seja, totalmente ereto. Além de ter que ser efetuado de forma reta, o atleta/amador deve “pedalar”, que é o movimento de erguer uma perna antes de efetuar o chute com a outra.

Lembra do gol lindo do Rooney? Aquilo não foi bem uma bicicleta, e sim uma meia-bicicleta. Uma bicicleta verdadeira é como fez Eren Derdiyok, quando atuava pelo Bayern Leverkusen, note que foi perfeitamente reta, além de ter sido uma excelente jogada.




Volêio

Volêio é o lance que mais se assemelha à um golpe de Karatê do que qualquer outra coisa, não precisa de grande desenvoltura, basta soltar a perna, nesse lance, não é necessário pedalar, basta apenas girar o pé, assim como fez o ex-volante da seleção brasileira, Edmilson, contra a Costa Rica, na copa de 2002.



Alguns voleios podem ser mais elaborados e plásticos, assim como esse lindo gol de Falcão Garcia, atual matador do Atlético de Madrid.



Puxada

Apesar de ser bem parecido com a bicicleta, os gols de puxadas são um pouco mais discretos, muitas vezes sequer pedaladas tem. Esse gol do Ronaldinho apesar de ser um golaço aço aço, não pode ser classificado como bicicleta, e sim uma bela de uma puxeta.



Derivados

Às vezes vemos gols que não podem ser classificados como bicicleta, nem voleio, nem puxetas, nem porra nenhuma, assim como esse lindo gol pelo campeonato espanhol, isso é o que? Chaleira?


Apesar de ser dificil de classificar, o importante é analisar a plasticidade e beleza do gol, assim como fez o brasileiro Matuzalem, quando atuava pelo Shaktar Donetsk, um belíssimo arremate com toda a criatividade brasileira.



Goleiro também pode?

Estava pesquisando sobre gols bonitos de bicicleta e achei esse. Imagine só, seu time está perdendo o jogo aos 45 do segundo tempo, ai o goleiro sobe para área ( nada mais normal ), até que ele da uma linda, maravilhosa e plástica bicicleta ( ops, meia bicicleta ) ele acerta o gol.

Mas o fato é, foi, e esse vídeo comprova que todos podem fazer, não importa posição ou gênero. Aprecie sem moderação!




E defender o gol? Pode?

Vendo vídeos inusitados, acabei chegando nesse um pouco mais inusitado que o do goleiro artilheiro. Dessa vez o goleiro resolveu salvar a pátria usando esse incrível artificio, e o lance é maravilhoso, assim como um gol ( ta, nem tanto ).



Lindos gols de bicicleta, ou seja o que for

Para fechar o post dessa quinta-feira, vou deixar um vídeo com alguns lindos gols de bicicleta, meia bicicleta, voleio, puxada, ou seja o que for. O que importa, é que são lindos, então aproveitem. Grande Abraço!



quarta-feira, 26 de setembro de 2012

E o monstro colocou seu pai no Asilo

Gabriel Vulgo de Nascimento completou 101 anos ontem, dia 25 de setembro, comemorou seu aniversário no isolamento proporcionado pela idade, vulgarmente chamado de “casa de repouso”.

Em suas tantas histórias, comentou como foi lutar na revolução constitucionalista, como conheceu sua falecida esposa Maria, como foi lutar para pagar a faculdade de seu filho, que se formou em Engenharia Civil em uma universidade particular, desabou em choro ao se lembrar da última frase que seu filho lhe deferiu ao lhe largar na porta do Asilo Nossa Senhora das Graças:

“ O Senhor está velho, está atrapalhando a minha vida”.

Palavras duras ditas à cerca de dez anos atrás, que desmoronaram o antigo revolucionário, antigo pedreiro, antigo galante, antigo lutador, antigo ser humano, que foi abandonado por aquele pelo qual sempre batalhou.

Seu filho nunca mais foi lhe visitar, o que sobrou para o senhor centenário foram as lembranças, memórias de uma vida sofrida e batalhada. Que se acabou aos 91 anos, quando foi jogado no asilo de São Bernardo do campo, não que ele não goste da companhia de seus amigos vovôs, só que esse é o fim vazio para uma vida tão complexa.

Essa história é fictícia, inventada por mim, Reinaldo. Só que acontece em várias cidades do nosso Brasil, do mundo. Não importa se seja na minha pacata Pirapozinho, ou em sua capital Porto Alegre, esse relatos são frequentes em toda a nossa nação.

Hoje no Brasil, existem mais de 90 mil idosos estacionados em asilos. É claro que uma boa porcentagem desses “velhinhos” não tem família, e é até uma maneira de eles não serem atingidos pelo vazio da solidão. Entretanto, dentro desses 90 mil, a maioria tem família e foi jogado em um asilo, para evitarem impasses ou coisas do tipo, e são esses casos que questiono.

Impasse? Um pessoa que tem uma história, que lutou pelo grupo familiar pode ser jogada para escanteio fácil assim?

Quanta desumanidade, escrevo essas palavras repleto de nojo, e se você leitor, jogou algum parente seu na escuridão da indiferença, digo o seguinte, você é bem filho da puta e nojento.

Jogar um ser humano que tem uma história repleta de lutas, anseios, sonhos, desejos em um lugar cheio de desconhecidos. Para que? Para se livrar de alguns probleminhas, como exemplo, falta de higiene, deixar o fogão aceso, remédio a serem dosados e coisas do tipo?

Coloque a mão em sua consciência e pense: “ Quem joga no asilo, exilado será”. Você que fez isso, espero de coração que você seja jogado em um lugar do tipo e que não consiga amizade alguma nesse refúgio. Toda premissa gera uma consequência, e mesmo não crendo em nada divino, espero que a justiça seja feita. Espero que você, ou seja quem não tenha respeitado a humanidade se foda legal na vida, que se foda mesmo.

Todos nós vamos envelhecer, se não morrermos durante nossa jornada, mas o fato é, somos humanos, temos que respeitar o ciclo vital, e se você acha que manter sua vida equilibrada, sem impasses que um “velho podre” pode lhe trazer. Digo o seguinte: “Você é um monstro”.

Uma pessoa idosa tem muita história para contar, muita vivência, muita cultura, muito conhecimento, muita batalha. Indiferente de níveis sociais ou educacionais, um ser humano velhinho tem muita experiência para ser partilhada, doada.

Temos que aperfeiçoar nossas visões sobre vida a partir de vivências alheias, e gostar da história contada, e não ficar acenando com a cabeça e mexendo na bosta do seu Facebook quando seu patriarca ou matriarca está falando de sua história vivida.

Respeitar a história alheia é a melhor maneira de construir a sua história. Sendo assim, termino o post dizendo, respeite os idosos, principalmente se for algum parente seu. E pense, quem lutou pela consolidação de sua família?

Foi você? Que só pensa no seu rabo, e está nem ai para os outros?

Nesse caso, a gratidão deve ser destacada. Pense nisso.


terça-feira, 25 de setembro de 2012

Falta de postagens

Olá leitores do Blog Mente Aberta !

Esses dias o blog está ficando meio desatualizado, é que estou em época de provas na faculdade, e estou meio apertado nos estudos. Sei que os leitores não tem nada a ver com isso, e é refletido em uma diminuição grande nas visualizações diárias do Blog.

Peço desculpas, sei que vocês não podem sofrer com um blog desatualizado, isso acaba perdendo um pouco de credibilidade. Vou tentar postar esses dias, e caso não consiga, vou me esforçar muito para postar o máximo de textos na semana que vem.

Peço desculpas de coração. Vocês fazem parte da minha formação pessoal, e deixar o blog desatualizado chega a ferir a minha alma.

Me desculpem, vou me redimir, e semana que vem o blog voltará a ser atualizado diariamente, vou postar textos cada vez mais elaborados.

Espero a compreensão de todos.

Atenciosamente, Reinaldo Del Trejo.


sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Desafogo Esmorecido

Sexta-Feira é dia de festar, pular, olhar para frente, sorrir. Talvez seja mesmo, mas essa minha sexta está muito mais amarga do que doce, muito mais furtiva do que feliz, muito mais desolada do que aconchegante.

Dizem que dias chuvosos trazem a tristeza, às vezes eu gostaria de conhecer quem são os malditos que inventam essas frases que se mostram quase sempre verdadeiras, ao menos em partes.

É estranho estar se sentindo assim em um dia tão cheio de significados, já que a chuva que significa tristeza, também significa recomeço, sendo que ela pode escorrer as lágrimas perdidas. Mais estranho é pensar que depois de tanta desolação, me sinto satisfeito ouvindo Legião, Raul e depois de meses distantes da minha banda preferida, Nickelback.

Como dizia Caio Fernando de Abreu: “Sentir é fácil, difícil é viver”, nunca vi frase tão sábia. Olhar para o horizonte, ver a sombra se reestabelecendo sobre o arvoredo é lindo, é imponente, é fantástico, todavia é irreal, impossível e utópico.

O tempo passa, às oito da noite já se foi, o coração palpita, a vontade de voltar atrás é imensa, o desejo bate no anseio do coração, só que a razão vem de encontro, e dessa vez a cabeça está erguida, sem arrependimentos.

Semana importante se aproxima, algo que pode diferenciar um futuro profissional, e a boca ainda está amarga, o desejo está floreado, a pele transpira por seu corpo, a pupila ainda está dilatada.

Tudo está na flor da pele, só que dessa vez o racional falou mais forte. Não quero enlaces, rolos, queria apenas uma solução e novamente, como sempre a encontrei. Ela não é algo grandioso, e sim a resposta mais óbvia.

A resposta está encravada no meu eu, e como sempre ele é o único que me conforta, me alegra, me satisfaz.

O meu eu sempre esteve comigo, meus pensamentos nunca me abandonaram. O meu eu não duvida de mim, ele me ama, ele me compreende, ele não me chama de mentiroso, não me chama de ogro, não alega que não tenho sentimentos, tão pouco duvida do meu caráter. E acima de tudo, ele me respeita e aceita minhas particularidades.

De tempos em tempos eu acabo me afastando do meu eu, e agora preciso dele mais do que nunca. E dessa vez vou fazer durar essa minha relação, porque agora quero ter vínculo apenas com ele e com nenhum ser carnal.

Digo isso até aparecer outra bandoleira e esmigalhar o meu coração novamente, e de vez em vez vou aprendendo, evoluindo, ficando um pouco menos vulnerável. Até um dia encontrar a trilha da felicidade, se é que existe, ou melhor, se é que esse caminho pode ser pisado por um “anjo de asas quebradas”, por um “ser errante e pecador”.

Sei que o caminho é longo e árduo, mas não desisto . Ainda tenho um pouco de esperança. E No fim desse post não podia deixar de declarar o meu amor, que é eminente e verdadeiro. Te amo, ó meu eu lirico.


terça-feira, 18 de setembro de 2012

Magic Huertas

Quem acompanhou o basquete masculino nas Olímpiadas de Londres, conhece o Marcelinho Huertas, que sem dúvida alguma foi um dos melhores armadores da competição. A seleção brasileira caiu diante da forte Argentina por uma diferença amarga de apenas 5 pontos, mas ficou bem claro que para as Olimpiadas de 16, o Brasil estará bem mais forte do que a de agora no basquete, e quem sabe voltar a subir ao pódio olímpico depois de tantos anos.

O título “Magic Huertas” vem de uma lembrança do maestro do basquete Magic Johnson, lembro que Oscar Schimidt que o chamava dessa maneira na fraquíssima narração da Emissora Record, só que conseguiu lançar esse apelido bacana.

Marcelinho Huertas tem um estilo inconfundível, joga rápido, inteligente e com a cabeça erguida, consegue controlar o ritmo de jogo, e é calmo nos momentos decisivos. Só que o armador de 29 anos do Barcelona tem um grave defeito, que são os “apagões” quando o time está perdendo e o final da partida se aproxima. Parece que ele some de jogo, nessas olimpíadas isso foi evidente no jogo contra a Rússia e também contra a Argentina.

Apesar de ser uma falha de jogadores “jovens”, Huertas compensa na explosão e liderança dentro de quadra, principalmente em momentos tensos até o terceiro quarto, conduzindo o time para excelentes partidas. Em Londres, com a ajuda é claro de Alex, Varejão, Splitter, Nenê, Leandrinho e todo o elenco, o Brasil conseguiu impressionar e perder apenas para a Rússia por um ponto de diferença na primeira fase.

“Magic Huertas” iniciou sua carreira no basquete por influência de sua família, que provém de diversos jogadores, como seu irmão, pai e avô. Começou no Club Atlético Paulistano, na capital paulista, logo aos seis anos de idade. Marcelinho desde cedo, mostrava visão de jogo e muita habilidade, e foi subindo de categoria em categoria até chegar a jogar uma liga amadora nos Estados Unidos.

Marcelinho Huertas começou a faculdade de Economia, e jogava pela liga universitária, até que chamou atenção para alguns olheiros dos Estados Unidos, em 2004 foi convidado para participar de um treino na academia de Tim Grover, que já foi treinador de Michael Jordan, no mesmo ano foi contratado pelo Joventut de Badalona, tradicional clube espanhol. Com excelentes atuações, passou a ser frequentemente chamado para a seleção brasileira.

Ele ficou por três temporadas no time de Badalona, até se transferir para o time de Bilbao, onde teve uma temporada marcante, sendo eleito o melhor armador da competição. Depois disso foi transferido para o campeonato italiano, e jogou uma temporada pelo Fortituto Bologna.

Em 2010-2011, Huertas retornou ao campeonato espanhol, agora pelo Caja Laboral Baskonia, que continha Tiago Splitter no elenco, foi novamente eleito o melhor armador da competição.

Huertas jogou um mundial incrível pela seleção brasileira em 2010, e no começo da temporada 2011-2012 foi contratado pelo Barcelona, um dos times mais respeitados do cenário mundial, se consolidando como um dos líderes dentro de quadra.

Nas Olimpíadas de 2012, Huertas, Magnano ( técnico ) e todo o plantel brasileiro mostraram que a equipe brasileira pode ir longe nas Olimpíadas de 2016, só que para isso, nossos atletas tem que ser mais dedicados e treinarem mais lances livres e jogadas táticas, sendo que a média de acertos de lances livres de nossa seleção é pífia.

Só que ficou a esperança nos olhos verde amarelo, que o Brasil não é só o país do futebol, e sim o do Basquete, Judô, Vôlei, atletismo e vários outros esportes.

Só que esse post dedico ao mágico, Valeu Huertas, você ascendeu a chama do basquete brasileiro depois de muitos anos.
Marcelinho na vitória contra a Austrália nas Olimpíadas de Londres


sábado, 15 de setembro de 2012

Ei vosê! Voti im min!

Época de campanha política é uma pouca vergonha nos horários eleitorais, campanhas pela rua e coisas do tipo. Vemos muita falta de vergonha na cara dos políticos, e pior ainda, sabemos que os mais despreparados tem grandes chances de serem eleitos.

Pessoas que não sabem sequer escrever, muito menos saberão arquitetar projetos para o bem comum, você pode até ter pensando que foi um exagero tamanhos erros ortográficos no título, só que é bem por ai mesmo.

Você quer mais do que um palhaço na política? Na minha cidade tem um tal de Juquinha, a sua deve ter um Pera do amor e assim por diante. O fato é que sempre vai ter uma pessoa que não tem entendimento algum de política e será eleito.

É claro que tem os “Colarinhos Brancos” que se saem menos preparados que o “coitadinhos”, que são subtitulados humildes. Só que para ser político, é necessário ser muito mais do que uma pessoa do povo, o candidato tem que ter cabeça madura, projetos em prol da população, e uma certa experiência para administrar, além é claro da ética, honra e dignidade, que são aspectos que todo humano deve ter.

O problema de votar protestando, é que no fim quem vai sofrer é a população, sei que é complicado escolher um bom político, se é que existe tal adjetivo. Temos que saber que não existe pessoa boa ou má, todos somos humanos, e ser uma pessoa já é sinônimo de errante, logos estamos submissos ao erro.,

Só que temos que ter consciência na hora de votar, e votar em uma pessoa que tenha capacidade intelectual de lutar pelo povo, pela cidade, pelo desenvolvimento e não em candidatos sem capacidade alguma para tal.

Tudo o que falei não é preconceito contra analfabetos nem pessoas humildes, só que se a pessoa não consegue sequer aprender a usar a norma padrão da língua, que é o básico do básico, como é que ela vai conseguir lutar por um desenvolvimento? Como ela vai expressar um projeto? Como ela vai lutar pela cidade?

Não tem como, é claro que alguns políticos podem calar a minha boca, só que na maioria dos casos, um candidato mal preparado só vai entrar no cargo para usurpar o meu, o seu, o nosso imposto.

No dia da eleição, quando você for votar, pense bem em quem vai dedicar esse importante papel, não vote por protesto, vote em ideais. Um mandato são quatro anos, e é muito tempo para jogarmos nosso voto fora.

Honre quem lutou por esse direito, não o desperdice votando em pessoas despreparadas. Quer protestar? Vai na frente da sua prefeitura e cobre obras, cobre desenvolvimento.

Para mim votar em pessoas despreparadas não passa de uma bela estupidez. E de estupidez em estupidez, continuamos no mesmo lugar que estamos, e não é um lugar assim tão bom.

Pense nisso, exerça seu direito, vote no candidato que você considerar o mais preparado, não jogue seu voto fora, vote consciente!


sexta-feira, 14 de setembro de 2012

#Top10 Músicas de Nickelback e Uma Negação


Nickelback é uma banda de rock canadense formada por Chade Kroeger, Mieke Kroeger, Ryan Peake e Daniel Aldair. Ela é uma das bandas mais populares de todo o mundo, tendo um dos shows mais caros e contendo mais de cinquenta milhões de cópias vendidas em todo o globo.

Chade Kroeger, junto com seu meio irmão Mike Kroeger, seu amigo Ryan Peake e um primo chamado Brandon Kroeger resolveram fazer uma banda de rock onde se inspirariam em bandas como Metallica, U2, Lifehouse e 3 Dors Down.

Particularmente, Nickelback é minha banda de rock preferida, tanto nacional quanto internacional, e hoje o #Top10 e Uma Negação é sobre essa excelente banda canadense, destacando suas melhores músicas, e é claro, uma negação.

Caso queira conhecer um pouco mais sobre Nickelback, visite: Uma das maiores Bandas de Rock: Nickelback.

Chega de enrolação, e segue o #TOP10!


10 – Photograph
Eu me pergunto se é muito tarde
Devo voltar e tentar me formar?
A vida é melhor agora do que era antes
Se eu fosse eles, não me deixaria entrar ( 8 )


Photograph é uma música cheia de significados, sendo que quantas vezes não olhamos para trás e nos perguntamos : “Eu fiz certo? Eu fiz o que devia ser feito? Eu sou feliz?

É aquela música que você ouve e dá vontade de desaguar, de abraçar seus pais, amigos, dizer que ama, matar a saudade.

Muito boa mesmo.


9 – Rockstar
Porque todos nós queremos ser
Grandes estrelas do Rock
Vivendo em casa nas colinas
Conduzindo 15 carros ( 8 )


Rockstar é uma das músicas mais animadas de Nickelback, um toque de guitarra agradável e uma letra que fala a verdade, afinal, quem nunca quis ser uma estrela do Rock?


8 – Hero
E eles, eles dizem
Que um herói nos salvará
Eu não vou ficar aqui e esperar
Vou me agarrar nas asas da águia
Vendo enquanto voamos para longe ( 8 )


Apesar do título ser “Herói”, a música retrata que temos que lutarmos por nós mesmos, e não esperar que algum salvador da pátria venha salvar nossas vidas.


7 - How You Remind Me

Não é como se você não soubesse
Eu disse que a amava e juro que ainda amo
Deve ter sido péssimo
Pois viver comigo deve ter quase matado você ( 8 )


“How You Remind Me” foi a música que ajudou a alavancar o sucesso de Nickelback, considerada por muitos uma das melhores músicas de todos os tempos, ela tem mais de 39 milhões de acessos no Youtube, e é uma das músicas com o hit mais bacana.

A letra parece um desabafo, como se alguém estivesse entendendo o porque de uma outra pessoa ter lhe largado, mas destacando que nunca irá mudar por ninguém.


6 – Savin Me
Os portões do paraíso não se abrirão para mim
Com essas asas quebradas estou caindo
E tudo que eu vejo é você ( 8 )


“Savin Me” é uma música que retrata uma pessoa que está no fundo do poço, quase desistindo do lado digno e honroso da vida, mas resta uma esperança. Essa esperança se chama amor.


5 - I'd Come For You

Sim eu viria por você, por mais ninguém, só você
Sim eu viria por você
Mas só se você me dissesse pra vir
E eu lutaria por você
Eu mentiria, é verdade
Daria minha vida por você
Você sabe que eu sempre viria por você. ( 8 )


Essa música é cheia de significados para mim, sendo que quem me mostrou tinha suma importância anos atrás.

A letra fala de alguém que lutaria com unhas e dentes por seu grande amor, mas só se ela ( e ) aceitasse isso.


4 – Someday
Como diabos nós fomos terminar desse jeito?
Porque nós não fomos capazes de ver os sinais que perdemos
E tentar "virar o jogo"?
Agora a história é contada assim ( 8 )


O Clipe da Someday é o mais emocionante de Nickelback, dá vontade de chorar todas as vezes que assisto. Agora falando da letra, ela é sensacional, porque retrata o comodismo que muitos relacionamentos entram, e quando menos se vê teve um fim, e o motivo, bem, isso ninguém realmente sabe.


3 – Far Away
Que eu te amo
Eu te amei o tempo todo
E eu sinto sua falta
Estive afastado por muito tempo
Eu continuo sonhando que você estará comigo
E você nunca irá embora
Paro de respirar se eu não te ver mais ( 8 )


Ta ai outra música cheia de significados explícitos, e nos faz pensar, quantas vezes nos afastamos de nosso amor por acharmos que não somos bons para aquela pessoa?

Mas que mesmo distantes, até exclusos, nosso pensamento nunca se dispersam totalmente, e tentamos, e vamos tentar. Porque o amor, bem, o amor é pra sempre.


2 - Never Gonna Be Alone
O tempo está passando
Muito mais rápido do que eu
Estou começando a me arrepender de não ter dito tudo para você ( 8 )


Música que ficou eternizada pelo personagem Tarso de “Caminhos das Índias”, novela de 2009. Lembro que na época, um amigo meu me perguntou se Nickelback era a música da novela, fiquei altamente puto da vida.

Toma no cu, música de novela é o caralho! Haha.

A letra dessa música é fantástica, sendo que muitas vezes deixamos para falar tudo o que sentimos para depois, e o depois acaba nunca chegando.

Quantas vezes você reprimiu o que sentiu? Ou disse frases meia bocas enquanto queria desabar seu sentimental?

Eu sei como é.


1 - If Today Was Your Last Day

Se hoje fosse seu último dia
Você faria o certo curando um coração partido?
Você sabe que nunca é tarde demais
Para almejar as estrelas
Independentemente de quem você é
Então faça o que for preciso ( 8 )


Para mim, essa é a melhor música dessa maravilhosa banda, passa valores incríveis, como se tivéssemos que viver cada segundo como se fosse o ultimo.

Fazermos o bem, lutarmos por nós mesmos e assim por diante. “Se fosse o seu último dia”, já pensou o que faria?

Então meu caro amigo, hoje pode ser seu ultimo dia, diga a todas as pessoas que lhe fazem bem, o quanto você a ama, desculpe um erro bobo, sorria para uma pessoa desconhecida, faça valer a pena.


Uma Negação: Next Contestant
É a sua mão na minha namorada?
É a sua mão? Eu quero que você faça de novo
Eu verei você saindo daqui de fininho
Eu quero que você faça de novo
Eu verei você saindo daqui de fininho
Lá vem o próximo concorrente ( 8 )


Apesar de ter um som legal de ser ouvido, “Next Contestant” é uma bela bosta de música, gosto muito de Nickelback, só que essa foge totalmente do estilo.

Parece um deboche, só que com essa letra de corno manso, fica horrível gostar dessa música, a não ser se você goste desse tipo de “rolo”.


Bom gente, esse é meu #Top10 e Uma Negação da minha banda favorita, sei que muita gente não aprecia assim Nickelback, só que para mim, é a melhor banda de todos os tempos.

Essa banda marcou muito a minha adolescência, e gostei muito de ter escrito esse post.

Grande Abraço!


domingo, 9 de setembro de 2012

Faça o que der na telha

Já pensou em quantas vezes deixamos de fazer alguma coisa por freios impostos por alguém ou uma instituição? Já pensou quantas vezes deixamos de sermos felizes por ficarmos presos por uma pressão babaca? Já pensou em quantas vezes fazemos o que as pessoas querem?

É...Essa é nossa vida em sociedade, muitas vezes estamos fadados à uma existência moldada por um grupo estúpido que julgou o correto, o estereotipo de serzinho ridículo.

Esse sou eu, esse é você, infelizmente. Talvez tu ainda não tenha se identificado com o que eu falei, e me ache um grande merda arrogante ( eu sei que sou ), só que agora vou começar a citar alguns exemplos que você vai entender melhor o que estou dizendo.

Exemplo 1 – Não posso ficar com quem eu não confio: João namorava Jéssica fazia dois anos, um dia Jéssica disse que ia para a casa de sua avó, só que foi em um show com sua amiga Vanessa. João descobriu, queria perdoar a mulher que amava, só que como ele pensava que não poderia ficar com alguém que mentiu para ele, simplesmente largou da garota de “sua vida”.

Exemplo 2 – Não vou fazer licenciatura: Carmen amava Matemática, seu sonho sempre foi lecionar e passar seu conhecimento de geração em geração, só que como o Brasil é um país complicado nesse quesito profissional, ela resolveu fazer Medicina.

Exemplo 3 – Não posso largar meu emprego fixo e ir para outro lugar: Jean era um jornalista em uma pequena cidade do interior paranaense, um dia ele recebeu uma proposta de Freela para trabalhar em Roma, a cidade que ele sempre quis morar, só que não foi por não querer viver sem um emprego fixo.

Esses três exemplos são clássicos de como somos moldados por um monte de regras retardadas, seguindo princípios estúpidos que um povo,que pode ter sido nômade julgou o correto.

Se eu quero ser feliz, porque eu não faço tudo que me da na telha? Porque eu não engaveto todas as minhas duvidas? Porque eu não vivo e pergunto depois?

Porque temos medo do desconhecido, e acabamos esquecendo que o desconhecido é o mais prazeroso, é o mais humano.

Errar todo mundo erra, mas tentar, quem tenta? O medo de errar tira a vontade de tentar, e se não tentarmos, não temos vitalidade, e sucessivamente, não vivemos nossa vida. Estamos desenhando o que um outro disse que era o certo e não o que nos faz bem.

Toca um grande FODA-SE em todo mundo, olhe pra frente, sorria e faça o que lhe der vontade, não se importe com o que os outros vão dizer, pois são somente outros, ninguém vai viver por você.

Essa é sua vida, esse é seu jogo, esse é você, ninguém pode querer fazer você seguir passos fixos, você pode mudar, você pode se arrepender, pode amar, pode sofrer, pode tudo.

Agora é com você, se mesmo depois de ler essa porra desse texto, você achar que ta tudo ok, tudo bem, eu já fiz a minha parte, que foi de te abrir o olho.

Sei que é impossível ir contra todos os moldes sociais, mas da para diminuir um pouco essa dependência.

Mas lembre-se. Faça a escolha certa, esqueça os estereótipos, seja você.


sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Expo Prudente 2012

A Expo Prudente é um evento realizado na cidade de Presidente Prudente, interior de São Paulo. Ela acontece todos os anos na semana do aniversário da cidade, que é dia 14 de setembro.

No ano de 2012, a cidade de Presidente Prudente completa 95 anos, e o evento está repleto de atrações agrárias, além de parques de diversões, Boate, Praça de Alimentação, Leilões, Exposição de animais e os populares shows que agitam todos os “nativos” e turistas de toda a região do oeste paulista.

Na data de ontem, quem abriu os shows foi a dupla sertaneja Thaeme e Thiago, hoje sobe ao palco o cantor Cristiano Araujo, além de Zé Ricardo e Thiago.

E exposição é um evento que pode propiciar entretenimento para toda a família, já que a infraestrutura é toda especializada para receber milhares de visitantes de todas as faixas etárias.

Segue abaixo o panfleto com todos os dias de evento, com destaque para Fernando e Sorocaba no dia 13, e Eduardo Costa no dia 14, comemorando o aniversário de Presidente Prudente.



A expo prudente é um dos eventos mais grandiosos do interior paulista, aconselho sem pensar duas vezes. Lá se encontra diversidade de comidas, cultura e muita, mas muita diversão.

Portanto, nessa semana visite Presidente Prudente, e conheça esse super evento!


Hora da Vet: Conceitos Ecológicos

Aula: 02
Data: 13/08/2012
Matéria: Ciências do Ambiente
Termo: 2
Professor: Patricia Reiners Carvalho
Tema: Conceitos Ecológicos
Instituição: Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE


Conceitos Ecológicos

Existe um ciclo no meio ambiente, que começa na célula e vai para somente na população, seguindo a flecha: Célula -> Tecidos -> Órgão -> Sistema -> Organismo -> Espécies -> População ( Indivíduos de uma mesma espécie que podem se reproduzir e ter descendentes férteis ).

Como segue a flecha, cada qual é um nível anterior da seguinte ( Ex: Célula faz parte do tecido, e o tecido faz parte do órgão e assim sucessivamente ).


Agora seguem alguns conceitos passados durante a aula:


População: População é o conjunto de organismo da mesma espécie que ocupam uma mesma área, e que são capazes de ter descendentes férteis.

Exemplo: Um grupo de jacarés-de-papo-amarelo que vivem em um lago.


Espécie: Espécie é o grupo de seres com a mesma constituição genética, que são morfologicamente semelhantes e podem ter descendentes férteis. A diferença entre espécie e população é que na população, os indivíduos vivem na mesma área, e no conceito espécie, esse fator não é necessário.

Exemplo: Jacarés-de-papo-amarelo espalhados por todo o Brasil.


Comunidade: Um conjunto de diferentes espécies que habitam o mesmo local. Também pode ser chamado de BIOTA.

Exemplo: Macacos e pássaros que moram na mesma floresta.


Fatores Abióticos: São todas as influencias que os seres vivos podem sofrer em um ecossistema, podendo ser fatores físicos ou químicos, como a luz, a temperatura, o vento, etc.

Exemplo: O exemplo mais comum é a chuva.


Ecossistema: É o conjunto do ambiente físico e dos organismos que nele vivem, tendo vida e condição de vida. Um ecossistema pode ser natural ou artificial.

Exemplo: Uma lagoa, um pasto ou até mesmo uma gota d’água ( já que nela poderá se proliferar vírus, bactérias e seres microscópicos ).


Bioma: Bioma é um grande ecossistema, ou seja, um lugar onde tem uma grande concentração de vida e condição de vida.

Exemplo: O Cerrado brasileiro.


Ecosfera/Biosfera : É o conjunto de todos os Ecossistemas do Planeta. Sendo considerado uma “grade de ciclo vital”.

Exemplo: A Terra é uma grande ecosfera.


Habitat: Basicamente, é o local onde o individuo habita, e como tem vida, é essencial que esse lugar seja propicio a tal.

Exemplo: O mangue é um habitat dos caranguejos.


Nicho Ecológico: Cada individuo tem um papel no ecossistema, e seu extermínio poderia propiciar todo um desequilíbrio ecológico. E esse papel é chamado de Nicho Ecológico.

Exemplo: O sapo tem o papel de controlar a infestação de moscas em determinado local. Esse é seu nicho ecológico.


Produtores de Oxigênio – O2

O oxigênio é um dos elementos químicos mais importantes da Terra, já que, além de ser 20% da composição da atmosfera, ele é essencial na respiração celular dos organismos aeróbicos ( que precisam de oxigênio ), participando ativamente do ciclo energético dos seres vivos. Basicamente, se não existisse oxigênio, não existiria sequer vida no planeta Terra.


Papel das Algas na produção de Oxigênio

Algas são seres vivos aquáticos e autotróficos ( que produzem sua própria energia através da Fotossíntese ) . São responsáveis pela maioria de emissão de Oxigênio no mundo.

Uma alga produz oxigênio a partir da Fotossíntese, e como ela tem sua estrutura simples, sem separação, caule, etc. Ela consome pouco Oxigênio, assim sobrando bastante para o ambiente.

Uma alga pode produzir até dois litros de oxigênio ( em concentrações atmosféricas ) no período de uma hora, é claro que depende muito das espécies e condições climáticas.

As plantas e algas produzem oxigênio para a Terra, e como sabemos, as algas são os maiores produtores de Oxigênio, logo, se não existissem algas, nosso planeta teria muito pouco Oxigênio, o que dificultaria muito a vida.


Fitoplâncton: São o conjunto de organismos aquáticos microscópios, que tem capacidade de fazer fotossíntese. Os Fitoplânctons são presentes na parte de cima da água, e se forem parar nas águas profundas, acabam morrendo, porque precisam de contato direto com a luz.


Zooplâncton: Zooplâncton é o conjunto de organismos aquáticos que não produzem fotossíntese e que vivem na coluna de água, eles tem dificuldade de locomoção.


Benton: São organismos que vivem no substrato das águas ( águas profundas ), vivendo livremente pelos mares. Caso os Benton subam para as águas superiores, eles simplesmente morrem, por não aguentar a claridade solar.


Necton: São todos os organismos que se movimentam na água.


Para Fixação


1 – O que são genes?

Gene é a unidade fundamental da hereditariedade. É importante ressaltar que cada gene é formado por uma sequencia de ácidos nucleicos.

Os genes são essenciais para a manutenção da biodiversidade, a variação genética é importante para que a adaptação dos indivíduos para o ecossistema seja revitalizado.


2 – O que é chuva ácida?

A chuva ácida é um grave problema ambiental. Tudo começa pela emissão de gases nocivos ao ambiente, que ficam armazenados nas nuvens e depois caem sobre o ambiente.

Os ácidos caem junto com as gotas de água, e podem destruir florestas, acabar com nutrientes do solo e afetando a vida dos peixes.

Ela é mais presente em polos industriais, na Europa, ela é estudada desde o século XVII.


3 – O que são ecossistemas artificiais?

Ecossistemas artificiais são os ambientes criados com intuito de adaptá-los a meios de vida, como exemplo, um zoológico que é feito para que cada individuo se sinta bem longe de seus ecossistemas naturais.


4 – Como funciona a Fotossíntese?

Fotossíntese é a transformação de energia solar em energia química, ou seja, a partir da luz solar, a planta transforma essa luz em energia capaz de propiciar energia para o começo de um ciclo, depois desse ciclo sobra o oxigênio, que é a fonte de respiração da maioria dos seres vivos.

A luz solar bate nas folhas, que entra em contato com a clorofila, a clorofila transforma aquela energia em glicose, uma parte da glicose serve de combustível para a planta ficar viva, e outra vai para caules e semente, em forma de amido.

Se não existisse fotossíntese, não existiria vida na Terra. Porque é a partir dela que as plantas se mantém vivas, e caso as plantas não existissem, não haveria cadeia alimentar, logo, não existiria seres vivos.



O artigo é escrito por um aluno de Medicina Veterinária. Caso tenha alguma reclamação ou opinião. Não se reprima, comente e expresse a sua opinião.


segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Deus sabe o que faz

Recebi uma mensagem um tanto quanto irônica outro dia, ela dizia “Deus sabe o que faz”, mas será que sabe mesmo?

Faz cerca de um mês que eu sempre visito a catedral principal da linda Presidente Prudente, para tentar sentir alguma presença divina ou coisa do tipo, mas tudo em vão, tudo é um grande desabafo para mim mesmo, a única coisa que sinto é a desconfiança alheia.

Muitas vezes eu me acho incrédulo, e o meu ceticismo me ajuda em muito a não sentir presença divina alguma. Mas não é por falta de tentar, pelo contrário, desde sempre, eu tentei me sentir próximo a algo acima da compreensão, todavia a única coisa que encontrei foi dúvidas sobre dúvidas.

Não estou julgando quem é religioso, longe disso, eu acho lindo quem consegue seguir uma religião com coração e alma, só que o meu caso é diferente.

Às vezes eu sinto uma presença, mas acho que é o meu subconsciente batendo na minha porta e dizendo: “A resposta está só em você, apenas isso”.

O fato é, desde moleque, eu sempre tentei lutar por algo bondoso, honroso, e o que eu ganhei na vida toda? Um mar de indiferença, incompreensão e ódio, muito ódio.

Sai da catedral com os olhos cheios de lágrimas, não por sentir uma presença que tenha tocado meu coração, mas pela falta dela, por uma indiferença, cruzei a praça que virou um estacionamento, atravessei a rua e me dei de cara com uma linda morena, com uma camisa que estava escrito “Deus é o meu salvador”, um sorriso sarcástico percorreu meu rosto paralisado.

Estava indo para a fisioterapia, a sessão de exercícios foi boa, até que no momento do alongamento, em que a fisioterapeuta força a perna para trás, senti uma dor infernal, senti minhas entranhas dobrarem, meus olhos secaram, senti um ódio sobre mim sem uma explicação especifica.

Reclamei de dor de forma instintiva, ela buscou o gelo, não consegui ficar encostado na parede, então me deitei, olhei pela janela, o céu límpido sem nenhuma nuvem, e vi em cima de um prédio uma cruz.

Alguns minutos depois recebi uma mensagem de uma menina que eu estava ficando, que no outro dia eu descobrira que tudo não passava de uma mera ilusão, como sempre, para não perder a rotina. “Deus sabe o que faz”.

Se Deus realmente existe, ele está me castigando a cada dia, me jogando no vão das sombras, e se o mundo conspirar tanto contra mim, não sei por quanto tempo vou continuar a ter os atos honrosos e dignos.

Dizem que toda causa gera uma consequência, e quanto mais eu faço atos com dignidades, mais eu sou apedrejado pelo mundo, essa é minha vida, essa é minha sina.

“Deus sabe o que faz”, para mim, essa frase é cada vez mais sarcástica e dolorida.


domingo, 2 de setembro de 2012

Hora da Vet: Classes Sociais

Aula: 02
Data: 13/08/2012
Matéria: Ciências Humanas e Sociais
Termo: 2
Professor: Lorayne Garcia Ueocka
Tema: Classes Sociais
Instituição: Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE


Classes Sociais

Em uma sociedade, existem diversas divisões de classes, formando uma pirâmide onde a classe A fica na parte superior da pirâmide, e a classe E fica na base.

Os representantes da Classe A são os que mais gastam com turismo, e o Brasil ocupa a terceira posição com o maior numero de turistas dessa classe. A Classe A é uma classe elitista, que procura apenas produtos de primeira qualidade, artigos de luxo, e consequentemente os mais caros.

Um dado interessante sobre brasileiros no mercado do turismo, é que eles ocupam bastante espaço no mercado, já que os lojistas consideram os brasileiros bem assertivos, e também para venderem para turistas que falam somente a língua portuguesa.


Mudanças

Nos últimos tempos, ocorreu uma redemocratização da educação, já que o estudo virou um divisor de águas entre ganhar bem, e ganhar pouco.

Muitas pessoas estão procurando se especializar em cursos para ganharem mais. Algumas profissões acabam sendo discriminadas por ganharem pouco, como licenciatura, etc.

Infelizmente, nossa sociedade passa por uma ditadura, que é a ditadura do “Ter”, onde a maioria das pessoas estão mais preocupadas com os bens materiais do que com o pessoal.

O aumento tecnológico fez em equivalência, o aumento do consumo, já que essa tecnologia trouxe acessibilidade para todas as classes sociais, e assim, todas passaram a consumir o que antes era apenas da “elite”.

O Brasil é um país com a maioria de classe média, já que essa classe aumentou muito nas ultimas décadas. A novela “Avenida Brasil”, transmitida pela Rede Globo retrata o cenário brasileiro, que é da classe média, talvez o sucesso da novela seja explicado por esse retrato da sociedade verde amarelo.


Publicidade em Prol da Classe Média

Como a maioria da população brasileira é da classe média, os produtos tem que ser direcionados para essa classe, e é assim que acontece.

Esse cenário é presente nas divisões de prestações, que apesar de os juros serem exorbitantes, a parcela se torna acessível, mesmo para salários não tão avantajados.

O problema da classe média brasileira, é que ela é muito consumista, e o faz sem freios algum, sendo que na maior parte do tempo é para massagear o ego, para manter um status estúpido.

Como a maioria da classe média acaba gastando muito, eles poupam pouco e acabam se atolando em dividas, e isso se torna um grande impasse nacional.


Inflação dos anos 80

A inflação é a queda do valor de mercado ou poder de compra influenciado pelo dinheiro. Nos anos 80, nosso país passou por uma série crise de inflação, sendo que ela chegava a números absurdos de 2700% ao ano, um número quase impossível.

A situação era tão terrível, que os preços eram alterados em questões de minutos. Existem relatos em que os consumidores entravam em lojas e notavam que os preços eram alterados em questão de minutos.

Até que então Fernando Collor de Mello, o então presidente do Brasil, resolveu confiscar a Poupança do povo brasileiro, e assim congelar a economia do nosso país para que a inflação fosse diminuída.


Salário Mínimo

O Salário Mínimo é o valor mais baixo que um empregador pode pagar para seus empregados, legalmente falando. Ele foi instituído por Getulio Vargas, sendo considerado o salário capaz de suprir as necessidades básicas de uma família.

O salário mínimo é um tipo de “garantia” para a classe trabalhadora, que sua família terá condições dignas de vivência. Só que, como sempre, nem tudo que está escrito na teoria, é bem aplicado na prática, é evidente que o salário mínimo não é capaz de suprir as necessidades de uma família.


Carteira de Trabalho

A Carteira do Trabalho é um documento que tem como intuito comprovar a vida produtiva de um trabalhador, além de ser um documento de identidade.


Medidas para evitar Disparidades Econômicas

Existem algumas medidas que tem como objetivo diminuir as diferenças econômicas, medidas que fazem com que o custo de vida seja reduzido.

O grande problema dessas bolsas é que muitas pessoas que são beneficiadas acabam se acomodando com esse auxilio, e procuram não produzir e ficarem encostados nesse tipo de ajuda.


Continuação

20% dos brasileiros são formados em um nível superior, e com o passar dos anos, o curso universitário não é mais garantia de emprego fixo, já que a concorrência é cada vez maior.

Um dos fatos curiosos da classe média atual, é que a maioria tem um nível educacional baixo, já que elas cresceram a partir do esforço, além de anos atrás, era difícil quem tinha qualquer curso universitário.

Os tempos mudaram, e hoje em dia todos sonham que os filhos se formem em algum curso universitário, e é totalmente plausível pensar assim, sendo que a faculdade se tornou totalmente acessível.

O problema de muitas pessoas da classe média, é que eles acabam buscando o curso universitário apenas pelo diploma, e acabam se esquecendo do mais importante, que é o conhecimento.


BRASIL: Um país rico de pessoas pobres

O Brasil é um país cheio de riquezas e um alto desenvolvimento, tanto na área da medicina quanto tecnológica.

Existem algumas poucas pessoas que tem um alto poder aquisitivo, e uma maioria que tem muito pouco. O maior problema de nossa nação é que a verba conseguida ao todo não é revertida para toda a população.


Planos de Saúde

O Sistema público de saúde é um verdadeiro descaso com a população, sua infraestrutura é defasada, a falta de capacitação profissional é ridícula, além de ter poucos médicos.

Dentro desse contexto assustador, as pessoas passaram a procurar planos de saúde, e atualmente muitas pessoas tem acesso a esses planos para terem “direito” a uma saúde um pouco melhor ( menos ruim ).

O problema é que , com o aumento da procura dos planos de saúde, os hospitais vem tendo um déficit de atendimento, e o que era para ser algo mais rápido e bem estruturado, acaba se tornando um local quase tão inapropriado quanto o sistema público.


Para Fixação:

1 – O que aconteceria com o Brasil se todas as pessoas fossem da classe A?

A economia entraria em colapso profundo, já que não existiriam profissionais suficientes para suprir as necessidades de produção de todos os meios. Porque ninguém iria querer se submeter à funções mais “baixas”.

Consequentemente, o Brasil iria atrás de mão de obra de outros países, possivelmente de nações africanas.


2 – Por que a Licenciatura é tão desvalorizada no Brasil?

Existem vários fatores que fazem a licenciatura ser tão evitada no Brasil. Primeiramente, a base educacional está totalmente corrompida, onde não existe um apoio legitimo do governo para a educação. Outro fato que prejudica muito o meio de licenciatura é a falta de estruturas na maioria das escolas brasileiras.

A desvalorização salarial é um dos principais fatores pela “fuga” de jovens da busca por cursos de licenciatura, afinal, o reconhecimento econômico é essencial para a formação de uma família.

Mas o pior fato é o cultural, já que a população brasileira é muito conformista, e fica calada ao ver pessoas que não fazem nada para a pátria ganharem caminhões de dinheiro ( tipo Luan Santana, Neymar e atores ) e “heróis” da pátria não ganharem quase nada.

Como sabemos, um país só é bem estruturado a partir de uma educação sólida, e como a educação brasileira deixa muito a desejar, o futuro de nosso país amado se torna incerto.


3 – Qual o maior problema de comprar um produto em prestações?

O maior problema é o pagamento de juros exorbitantes, já que em alguns casos, a taxa de juros chega a mais de 70%, um absurdo para um país que tem sistemas públicos tão fracos.


4 – O que é SPC e SERASA?

O SERASA é uma empresa privada criada por bancos e empresas financeiras. Já o SPC é um órgão criado pela Confederação Nacional de Lojistas.

Esses dois órgãos tem como objetivo armazenar dados cadastrais de pessoas físicas e jurídicas, apontando dividas vencidas e pagas.


5 – Fale sobre o Plano Real.

O Plano Real foi um programa idealizado por Fernando Henrique Cardoso, e era uma medida de reforma econômica, onde o Brasil passaria a ter uma moeda descentralizada, o Real.

A partir do Plano Real, o Brasil começou a configurar entre as potências econômicas, se tornando um dos países mais ricos do globo.


O artigo é escrito por um aluno de Medicina Veterinária. Caso tenha alguma reclamação ou opinião. Não se reprima, comente e expresse a sua opinião.


sábado, 1 de setembro de 2012

Final de Semana de um Freelancer

Como vocês imaginam que é um final de semana de um universitário que escreve na net?


Acharam que era algo fantástico ? haha