domingo, 19 de agosto de 2012

Um ponto de crise: Violência no Brasil



O Brasil é um dos países mais violentos de todo o globo, isso é fato. Todos os dias, vemos noticias de assassinatos, roubos, estupros e todo tipo de atrocidade, é um cenário assustador.

A violência não escolhe classes sociais ou raciais. É claro que não podemos descartar o fato de que ela se faz mais presente nas classes menos favorecidas economicamente, só que esse fator não é exclusividade das classes mais baixas.

É muito difícil levantar tal aspecto sem sair de cima do muro, não da para ser imparcial nesse quesito.

A pergunta que sempre fica no ar é, o que leva uma pessoa a praticar a violência? A resposta pode ser influenciada por falta de dinheiro, desejo de um luxo que se encontra distante, busca por um poder, problemas mentais e até psicopatia.

Mas o problema é bem maior do que os quesitos acima destacados, é um aspecto cultural de nosso país que culminou em uma regressão nas ultimas décadas.

Novelas, filmes, teatros acabam mostrando como a falta de caráter e de honra pode resultar em poder, fama e dinheiro. E isso é um prato cheio para quem tem cabeça fraca, afinal, o fácil é mais próximo que o difícil.

Todos esses fatores acrescentados a uma educação podre, acaba resultando em uma falta de bagagem cultural, que infelizmente culmina em uma maleabilidade para meios desonrosos.

Para mudar esse cenário de violência, existem algumas soluções genéricas como a suspensão de salários para famílias de detentos, a obrigação do trabalho nas cadeias, penas de morte para crimes horrendos, ou até mesmo a castração de presos por crimes brutais, para evitar a procriação de pessoas sem caráter.

Só que nenhuma dessas medidas seriam boas à longo prazo, mas seriam medidas imediatas que causaria medo e temor para os criminosos.

Vão falar de direitos humanos e coisas do tipo. Mas quer mais banalização de todo e qualquer direito humano do que uma pessoa honesta e trabalhadora se sentir presa em casa por medo de pessoas de personalidade duvidosa?

QUE SE FODA ESSES VAGABUNDOS.

Não podemos fechar o sol com peneira, sendo que a melhor maneira para acabar com violência em nossa nação é investir pesado em educação.

Sendo que um país com uma educação estruturada, a vadiagem é reduzida e quase extinta, e seriam criadas pessoas que querem mudar o país e não se encostar ou praticar delitos nojentos.

Só que para isso acontecer, seria necessário fazer toda uma reestruturação política em nosso país, seria como queimar a constituição. Mas se um dia Vargas fez isso por poder, por que não podemos fazer por cultura, conhecimento e desenvolvimento?


2 comentários:

Dimas Bertolucci disse...

Oi Reinaldo,
realmente a violência no nosso país, é algo muito triste, e incorporado à nossa cultura!
Abraços!
Senhor do Século | Divulgue seu sorteio | Meus sorteios

reinaldo del trejo disse...

Dilmas -> É complicado né cara, eu fiz esse texto meio revoltado, como sempre sou.
Só que é cultural, e muitas vezes, penso que não tem solução.
Mas o melhor caminho é a educação como ressaltei.

Abras!