domingo, 19 de agosto de 2012

Hora da Vet: Bactérias e Células Procariotas

Aula: 02
Data: 08/08/2012
Matéria: Microbiologia Veterinária
Termo: 2
Professor: José Giometti
Tema: Bactérias e Células Procariotas



Bactérias e Células Procariotas

Infelizmente no dia 08/08/2012 eu não consegui acordar para ir para a aula, e acabei a perdendo, peguei as anotações de um colega meu e vou fazer um texto sobre o que eu entendi a partir de tais e também por pesquisas na Internet.


Classificação dos Microrganismos


O microrganismos são classificados por funções e seu papel no corpo de cada individuo, seja animal ou humano.

A Taxonomia é a uma ciência que tem como objetivo classificar todo e qualquer organismos vivo, e com os micro não é diferente. A Taxonomia é quase que uma reação do ser humano ao “diferente”.

A Nomenclatura Binomial separa nas ciências biológicas, os nomes e funções de espécies e seres vivos. O nome Binominal provém de duas palavras, que retrata o nome do gênero e sua função especifica.

Carolus Linnaeus ( 1707 – 1778 ) foi um botânico, zoólogo e médico sueco que criou a nomenclatura Binominal e a classificação cientifica, ajudando assim a classificar todo e qualquer tipo de plantas e animais, a classificação de espécie evoluiu muito com esse pesquisador sueco. Sua teoria dizia que o “reino” era dividido em : Mineral, Animalia e plantae.

Até que Hernst Haeckel por necessidade aprimorou a teoria de Linnaeus, adicionando a divisão dos protozoários, depois da descoberta dos organismos unicelulares.

O tempo passou, até que Robert Whittaker resolveu colocar mais duas divisões no reino, que eram os Fungos e os Monera. Por questão de necessidade de questão nutricional, e essa é a classificação atual de todos os seres.

Então os seres são divididos em:

• Monera: Incluem organismos procarióticos, bactérias e algas azuis.
• Protista: Os protozoários e as algas.
• Fungi: Os fungos que não possuem tecido organizado.
• Plantae: Os vegetais, eucarióticos, multicelulares que possuem clorofila e tecidos organizados.
• Animalia: Todos os animais.


Aplicação a Microbiologia


A microbiologia é o estudo de microrganismos que vivem nos seres vivos. Existem vários microrganismos maléficos, contudo a maioria das espécies são benéficas, e ajudam na produção de alimentos e desenvolvimento biológico.

Os microrganismos são importantes na Medicina, já que ainda existem muitos mistérios entorno deles, e há órgãos como intestinos, fígados e rins que são cheios de micros, ou seja, eles são essenciais para que o ser humano desvende doenças, diagnósticos e soluções para diversas doenças.

Outro fator importante dos Microrganismos é o fato de eles ajudarem e muito no ciclo ecológico, e caso um dia, por alguma razão eles sejam extintos, toda e qualquer tipo de vida na Terra acabaria.

Muitas vezes um alimento apodrece, mas se ele apodreceu é porque algo estava errado, ou seja, os microrganismos avisaram que aquele alimento não serve mais para o consumo. Outra “ajuda” desses tipos de organismos no meio industrial é o fato de eles poderem ajudar na formação de alimentos, fermentação do leite e derivados, de carnes e vegetais.

A matéria de Microbiologia irá destacar a visão e básica sobre a aplicação desses microrganismos na cadeia humana, vegetal e ecológica.


Citologia Bacteriana


As formas das bactérias podem ser divididas entre Gram-Positiva e Gram-Negativa, sendo que seu grau de importância é quase que igual. A diferença entre as duas é que a negativa é composta por estruturas de múltiplas camadas complexas, sendo descoloradas e são suscetíveis a mudanças de coloração. Já a positiva é formada por uma única camada, e não adquire a coloração do corante.

As células procariotas não possuem uma membrana para envolver seu material genético. Os seres que tem sua formação a partir desse tipo de célula são unicelulares, podendo agrupar-se em colônias. Os seres são procariontes, que são seres exclusivos do grupo Monera ( reino biológico, que incluía todos os organismos vivos que possuíam uma organização celular procariótica ).

As bactérias apresentam vários tipos morfológicos, sendo os mais vulgares os cocos (forma esférica), os bacilos (forma de bastonete), os espirilos (forma espiralada) e os vibriões (forma de vírgula).

O tamanho das bactérias pode variar de 0,2 µm até 30 µm.


Estruturas das Células Procarióticas


Uma célula procariota não tem núcleo, seu cromossomo não é definido, toda célula tem uma membrana plasmática. A membrana é revestida por uma parede celular.

Parede Celular: É uma estrutura que protege a célula do ambiente exterior, ela é uma estrutura extracelular, sendo composta por várias substâncias.

Bactéria Gram-Negativa: A coloração de Gram é uma maneira de diferenciar as bactérias com diferentes estruturas de parede celular.

A parede celular Gram-Positiva ( Azul ) é quando ela é mais simples, com espessura de 15 a 50 nm. Ela é composta de 50 % de peptídeoglicanos, 40% a 45% de polímeros ácidos e 5 % a 10 % de proteínas e polissacarídeos.

Já o Gram-Negativo ( vermelha ) é um pouco mais complexa, sendo ela constituída por um espaço periplasmático contendo enzimas e duas camadas de peptideoglicanos, ela contém 3 membranas externas que formam duas camadas de lipídeos. Além de ter polissacarídeos que formam componentes externos. Lembrando que as Gram-Negativas costumam ser mais fortes contra antibióticos.

Camada Lipoproteica Externa: É uma camada expressa semelhante à Membrana Plasmática, sendo formada por Lipossacarídeos.


Formação da Parede Celular


*Gram Positiva;
*Peptodeoglicano de 15% a 50% do peso de sua célula;
*Ácidos deucocitos da Parede;
*Ácidos Lipoproteícos;


Composição da Gram Negativa


*Peptideoglicano 5% do peso seco da célula;
*Fosfolipídeos;
*Lipopolisacarideos;
*Lipoproteínas;


Funções Básicas


*Rigidez;
*Proteção Osmótica: A proteção Osmótica é uma maneira que a célula se protege da pressão de diversos solutos que estão no meio externo;
*Proteção Mecânica;
*Molde de sua própria síntese;
*Permeabilidade tipo peneira: A permeabilidade tipo peneira é uma maneira que a parede celular tem de captar substâncias apenas por equivalência, ou seja, lipídeos só entram em contato com caminhos de lipídeos e assim por diante.
*Possui Receptores para fungos;


Capsula de Glicocálice


Ela é formada por:

*Polissacarídica ( SPE – Substância Polimetria Extracelular );
*Popipeptica ( Bacillus Antharaus -> Glutamina )


Composição: Cápsula
*Camada Fina e bem delimitada;


Funções:


*Proteção a partir da Fagacitose;
*Aderência e superfícies inertes = Aderência Inespecifica;
*Reserva Nutritiva;
*Proteção e Dissecação;
*Captura de Nutrientes;


Para Fixação


1 – O que é Taxonomia?

Taxonomia é a ciência de classificar os seres vivos, sejam humanos, animais ou vegetais.


2 – O que são organismos unicelulares?

São seres formados por uma só célula. Os seres unicelulares mais comuns são: Vírus, Bactérias, Fungos, Algas e Protozoários.


3 – O que são Cromossomos? Qual sua função?

Um cromossomo é uma sequência de DNA, contendo vários genes, tendo várias funções em uma célula.


4 – O que é espaço Periplasmático? E peptideoglicanos?

É um espaço situado entre a membrana externa e membrana citoplasmática, encontrado em células Gram negativas.

O peptidoglicano, por vezes denominado mureína, é um heteropolissacarídeo ligado a péptidos presente na parede celular de procariontes[1].


5 – O que é Fagocitose?

Fagocitose é o englobamento e digestão de partículas sólidas e microorganismos por fagócitos ou células ameboides.


O artigo é escrito por um aluno de Medicina Veterinária. Caso tenha alguma reclamação ou opinião. Não se reprima, comente expresse a sua opinião.


2 comentários:

@carlosmagno_ecb disse...

Tô estudando (por conta própria) pro Vestibular e curiosamente estou pra entrar nesse assunto essa semana. Biologia não é minha praia, maaas...

reinaldo del trejo disse...

Haha, mesmo se não for tua área é bom estudar.
O "Hora da Vet" tem como objetivo divulgar a matéria estudada e também ajudar pessoas como você, que precisam da matéria.
É muito gratificante cara, grande abraço!