segunda-feira, 25 de junho de 2012

Você me faz pirar

O Amor é eterno?

Sim, infelizmente é. Hoje em dia sinto na pele o que é sofrer por isso.

Antes eu não aceitava a ideia, mas maldita seja Clarice Lispector, Machado de Assis e afins que enfiaram na minha cabeça que caso se amasse uma vez, seria para sempre.

E mais infelizmente ainda, o para sempre não acaba.

O dia passa, penso em ti, penso em seu jeito simples, seus olhos castanhos lindos, e pior de tudo, lembro da maneira mais idiota do mundo que te conheci.

Não estou afim de detalhar aqui. O tempo passou, e isso nunca saiu do meu peito, hoje eu estou tentando te esquecer de todas as maneiras.

Você me faz pirar, me mantenho “normal” por fora, mas estou pirado por dentro, não sei mais o que fazer.

A minha solução foi “excluir” você da minha vida.

Porque em um plano cartesiano, eu sou feliz com você, mas essa realidade não existe, somente em meu inventado mundo paralelo.

Queria que você lesse isso, mas porque sou tão covarde, que não mais consigo te dizer um oi.

Estou pirado.

Nos últimos meses não cuidei mais de mim. Fiquei burro, sem noção, não sabia que seria assim.

Sou tão covarde, que vivo de indiretas, que você nunca irá entender realmente.

Mas poxa vida, eu queria você comigo, queria apenas tentar.

Hoje passou, não tenho mais forças de olhar em seus olhos.

Vou fugir, fugir apenas para ser feliz e deixar você ser feliz.

Sou um homem falho, sou um homem pirado, sou um homem inconsequente.

Bipolar, insano, descontrolado.

Esse amor para mim eu vou guardar.

Um dia falarei para meu filho chamado Gianlluca como é amar de verdade, mas enquanto isso não acontece, eu escrevo.

Escrevo na ilusão de um dia você ler, e entender que isso não é mais uma coisa de “adolescente”.

5 comentários:

Guru do Metal disse...

por que eu sempre digo o amor é um jogo e têm que saber jogar por que a derrota vai ser bem dolorosa, mas faz parte

Priscila Fantini disse...

É um pouco complicado mesmo ;~ Mais se você não entrar na onda você cai e se maxuca ;~

Juliana Marques disse...

Amor é complicado. Quando se ama, mas se ama de verdade não acaba. E é extremamente doloroso quando não se é correspondido.

Beeijos :)

Caroline Luft disse...

Mas apesar de tudo, de todas as possibilidades de tombo ou machucados, se é tão intenso, não vale a pena arriscar?

reinaldo del trejo disse...

Guru: É foda, e eu não sei jogar esse complexo jogo...

Priscila: Já me machuquei, mas agora é levantar a cabeça e bora para o mundo.

Juliana: Reciprocidade é uma palavra que eu não conheço bem quando o assunto é amor.
Sou uma pessoa que se dá muito mal para com esse assunto.
Mas minha hora vai chegar, creio eu.

Caroline: Não. Esse amor só irei enterrar.

Obrigado gente pelo carinho.
De coração!