quinta-feira, 21 de junho de 2012

Pratique o Desapego

Existem momentos em nossas vidas que conhecemos pessoas que acabam se tornando muito importantes em nossas vidas.

Por acaso achamos que estamos amando, ou pior ainda, estamos amando. Só que infelizmente essa história de amor é cheia de corromper corações solitários e “ingênuos”.

Para ter um coração ingênuo não é necessário ser uma pessoa pura, mas talvez uma pessoa que não tenha sentido esse sentimento tão estranho que é o amor.

Maldita seja a falta de reciprocidade, sabe, seria tão lindo se quando amassemos, a pessoa te amasse também.

Seria, mas infelizmente a vida não é tão bacana assim com as pessoas. Ela é muito mais sombria e complicada.

Então sabe essa pessoa que você se acha tão essencial? Te digo uma coisa, apenas a esqueça, esqueça que um dia você já sentiu tanta coisa por ela, porque não vai dar em nada mesmo.

Desapegue, pegue aqueles seus desenhos que fez dela e jogue no lixo, rasgue as letras que você fez inspirada nela,exclua os posts destinados a essa pessoa, faça com que seu twitter seja algo mais racional.

Dê tempo ao tempo, comece a gostar de si mesmo, de valor ao seus olhos brilhantes, faça sua autoestima se elevar de tal forma, que você simplesmente não verá mais seus limites.

Limites é outra palavra que você deve excluir do seu vocabulário, expanda suas barreiras, se acha isso difícil, mostre para o seu corpo e mente que você pode tudo, absolutamente tudo.

Não adianta você se deitar na cama e ficar ouvindo letras lindas, e pensar em um amor inventado, chega de ser um “inventor de amores”, desencane dessa vida e vire o desenhista de sua vida.

Jogue seu futebol, volte a ouvir sua banda canadense preferida. Esqueça essas letras melancólicas e ouça um “FODA-SE a sociedade” de vez em quando.

Grite, olhe para o sol e não pense como seria bonito você estar com alguém, mas pense como é bonito o mundo e as pequenas coisas, e como você é grande, e além disso, como você é bom.

Quando você se der conta que é insubstituível, você verá como tudo que você sentiu não passou de mera bobagem sentimental.

Porque o amor verdadeiro é inteiramente recíproco . É como um passes de mágica, olhou, apaixonou.

Enfim sua moral estará levantada, e quando menos ver, quando você se levantar para aquele dia maravilhoso, você correrá no parque e esbarrará naquela linda garota dos olhos castanhos esverdeados e receberá o amor “caído do céu”.

Mas enquanto isso não ocorre, pratique o desapego e seja feliz, cuide de você.

9 comentários:

KGeo disse...

concordo e muuuuuutio com esse post

Verdades Irreais disse...

Boa Noite amigo! Muito obrigado por comentar no meu blog e seguir e também por estar gostando e acompanhando a história! fico feliz em saber que tem gente que está gostando,isto me motiva a continuar! estou agradecendo o comentário e seguindo também ! abraço cara

KGeo disse...

mas também se a pessoa foi importante para a sua vida, tem que preserva algumas coisas e foca no momentos felizes parecido como no filme "Brilho eterno de uma mente sem lembranças"

... disse...

Ando praticando...

Guru do Metal disse...

a pessoa tem que ser racional nesses momentos

Gabriel A. Martins disse...

Estou aprendendo a praticá-lo, e me sinto muito bem assim!

Abraços,
Gabriel
http://desejosdesabado.blogspot.com.br/

Carol Del Trejo disse...

Bem interessante

Acho que vou começar escrever num blog tb hehe

Fabulosa Fabuladora disse...

"Só porque não ama do jeito que esperamos, não significa que não ama".
isto quer dizer; talvez ela goste de ti, mas tenha seu jeito de demonstrar ou, não saiba demonstrar.

reinaldo del trejo disse...

Kgeo: Cara, eu tento lembrar das coisas boas, mas infelizmente o ser humano teima em lembrar dos impasses e coisas do tipo, o que dificulta um pouco, mas obrigado pela dica.

Fabulosa: É verdade, amor é uma palavra dificil. Mas relaxa, o meu "desapego" já funcionou!

Todos os outros, muito obrigado pelo carinho e voltem sempre!