domingo, 17 de junho de 2012

Família ao Pé da Letra

Nunca a palavra família foi levada tanto ao pé da letra como vem sendo nas últimas décadas.

Porque o significado de família deriva de “unidade básica da sociedade formada por indivíduos com ancestrais em comum”.

Se eu deixasse apenas os dois parágrafos acima, tenho certeza que já deixaria muita gente com várias ideias sobre o “fim do afeto famíliar”.

Porque quanto mais o tempo passa, mais individualismo existe, e cada membro de um grupo familiar parece excluir a existência do outro, seja por computador, televisão, trabalho, seja pelo que for.

Agora enquanto digito, estou com o som do PC ligado lendo diversos blogs e sites, meu irmão está em seu quarto jogando “Assassins Creed”, e o restante da família está alucinada na televisão.

Sei que não posso generalizar, porque isso é uma grande sacanagem com os outros, mas estatisticamente, grande parte das famílias estão nesse contexto.

Um contexto em que a conversa vem sendo excluída, o contato direto está sendo dizimado.

E como citei acima, a família nada passa de pessoas com ancestrais em comum, e o sentimentalismo, a fraternidade acabam sendo jogadas de lado.

É claro que mesmo na alienação da sociedade contemporânea, ainda existe o afeto, mas é muito pouco comparado ao que deveria ser.

Acredito que uma família “forte” deveria ter mais cumplicidade, objetivos em comum.

Mas quanto mais o tempo passa, mais o individualismo vai tomando conta de todas as pessoas, e o que resta ?

Acredito que escrever não vai mudar nada não é mesmo... Acho que precisa de atitude, confesso que muitas vezes tenho vontade de tacar essa Televisão no chão para que ao menos assim, as conversas sejam mais constantes.

Os dias em que minha família é mais família é quando acaba a energia, acho que esses são os melhores momentos.

O real significado da palavra família deveria ser : “unidade básica da sociedade formada por indivíduos com ancestrais em comum, que se auxiliam sentimental e emocionalmente, e que o diálogo é algo presente”.

Mas enquanto isso está longe da realidade, vou tentando expressar o que eu sinto e penso sobre o assunto.

Sem mais.

11 comentários:

Fabulosa Fabuladora disse...

Tomara que isto se reverta logo, porque o ser humano foi feito para amar, amarmos uns aos outros.

Cáah Lima disse...

Nossa! Infelizmente hoje a família está amis como uma sociedade onde há interesse! Maas, por mais antiga que seja essa instituição, aos poucos vai perdendo valores... :/
Gostei de seu texto, bem crítico!
http://oicarolina.wordpress.com/

Abraão Braga disse...

Olá amigo! parabéns pelo blog, e não só a família como a sociedade cada vez mais vem se desvirtuando dos contatos físicos,e alguns até trocam pelos contatos virtuais ! se quiser retribuir ficaria agradecido !

http://AB-Blogr.blogspot.com.br/

B. disse...

Sem dúvidas, o verdadeiro sentido da palavra 'família' está se perdendo mesmo. Parece que construir uma família, separar-se e construir outra tornou-se algo banal. As pessoas não tem tempo e nem espaço mais pra demonstrar seus sentimentos, os filhos pelos pais e vice versa. É complicado. Parecemos alienados sabe? Só acho que devíamos valorizar mais essa instituição familiar, porque no final quando você precisar, serão eles que estarão ao seu lado, pra dialogar e te abraçar.
Sua opinião foi evidenciada de maneira muito forte nesse texto, Del Trejo. Adoro seu espírito reivindicador *-*

palavras ao vento disse...

como diz a musica...do titas...
familia...papai, mamãe,titio, cachorro...e por ai vai....rssrs

mas familia e tudo...

Pamela Kenne disse...

Fica a reflexão... a tecnologia tem nos afastado das pessoas que amamos, nos deixado ainda mais individualistas, e as pessoas parecem idolatrar esse aparelho.

Mara Oliveira disse...

Esse mundo nosso está às avessas!
Os valores foram perdidos, o caráter vendido, o respeito exaurido... E a essência do conceito "família" não existe mais... Qual será o futuro da humanidade que de "humana" muito se distancia?

Reinaldo, obrigada pela visita ao meu blog!:)

Gostei desse espaço, voltarei mais vezes.

Abraço.
http://temposurreal.blogspot.com.br/

Lucas Adonai disse...

Família é essencial, cara...

Joperninha disse...

Ao mesmo tempo que a modernidade faz com que a família se afaste, ela faz nos aproxima de outros entes que moram longe.

Reylton_Lennon./ disse...

"É claro que mesmo na alienação da sociedade contemporânea, ainda existe o afeto, mas é muito pouco comparado ao que deveria ser."
Gostei dessa citação;

Sou membro de uma família tradicional e católica, as tradições familiares da bença e outras coisas ainda existem e sobrevivem diante desse mundo moderno tecnológico.No caso de outras famílias a falta de sentimentos,da conversa, fraternidade é um dos problemas que tem como consequências as tragédias familiares.

Estudo Azul disse...

acho que numa família o diálogo é essencial e isso raramente acontece nas famílias contemporânes, nunca sobra tempo e isso torna-se careta. :/