terça-feira, 22 de maio de 2012

Meu velho amigo


O Cara curte Raul Seixas e Legião Urbana, cabelos despenteados, nunca ousava em cortar a sua barba rala, conversava pouco e seus assuntos eram baseados em futebol e vídeo-game.
Uma pessoa como qualquer outra, cheia de suas particularidades, e um grande coração...
Meu grande amigo, meu irmão. Mais do que um irmão, porque nunca compartilhei meus desejos e anseios com nenhum irmão de sangue como partilhava contigo.
Lembro quando te conheci na pré- escola, futebol na quadra de latinhas e coisa do tipo.
Ai o tempo passou, e fomos para a Quinta-série, escola nova, tudo novo...Tinha aqueles malandrinhos no colégio que morríamos de medo, na verdade eu achava muito engraçado o seu medo, só que eu não ria porque tinha o mesmo pavor que você.
No torneio de futsal daquele ano, acabei errando um pênalti da semi-final, não conseguia me perdoar, mas você disse que fiz uma boa partida, fato esse que me fez sentir bem.
O tempo passou, conversávamos muito no intervalo, curtíamos coisas parecidas e outras nada a ver.
Você era Palmeirense e torcedor do Manchester United, já eu era Corinthiano e Chelsea roxo...
Mas nos dávamos super bem, você me entendia e eu entendia você ( PORRA, ta parecendo um relacionamento kkkk)...
Desde que comecei a trabalhar, isso em meados de 2010, aos poucos nossa amizade foi ficado distante, rala, e querendo ou não, nosso contato foi se desfazendo.
Não entendo por que você seu filho da puta não tem um porra de um celular, ou pior, por que nunca quis fazer nenhuma conta na internet ou coisa do tipo.
Na verdade eu sempre conheci os seus ideais. Que era de aproveitar cada momento da vida intensamente, deixando de lado os vícios idiotas da sociedade contemporânea.
Nesse momento, exatos 00:10, bateu uma nostalgia de nossas nerdices e conversas idiotas, sei que você não morreu velho, só que também sei que mesmo se voltarmos a nos falar, não será da mesma forma.
Entrei em um paradigma, mas acho que devo te encontrar para falarmos merda, e entrarmos em contradição em quase tudo.
Se um dia você ler essa porra, espero que saiba que tu foi o melhor amigo que eu já tive, e foi bom ter contado contigo esses anos todos que passaram.
Valeu cara, muito obrigado meu velho amigo.

4 comentários:

Blog UaiMeu! disse...

texto interessante...
passa lá?
http://uaimeu10.blogspot.com.br/2012/05/phillip-phillips-give-little-more.html

kbritovb disse...

ah muito firmeza mano =]
do nada bate saudade das historias com os amigos

Pamela Kenne disse...

Eu sei como está se sentindo... tive uma amizade parecida com a sua, que se perdeu da mesma forma.
Essa é a tristeza e a beleza da vida: tudo se encontra e se perde pelo caminho.

Cáah Lima disse...

Que linda história!! Amizade bonita essa. :D
http://oicarolina.wordpress.com/