terça-feira, 15 de maio de 2012

Como alcançar a "Perfeição"

Lembro como se fosse hoje do dia 7 de fevereiro de 2012, tinha acabado de sair da faculdade, de meu segundo dia de aula, o primeiro dia sem ninguém querendo raspar minha cabeça ou tentando fazer coisa do tipo, vinha conversando com um colega meu que havia conhecido naquele dia, e fomos para um bar próximo da faculdade.
Quando chegamos no bar, vi alguns carinhas jogando sinuca, e via como eles faziam aquilo de maneira incrível, parecia uma arte de jogar as bolas no canto da mesa, e lá foi o tonto tentar jogar, mas eu era tão ruim naquela época que dava branco (errar) em quase todas as bolas.
O tempo passou, e passados 3 meses de faculdade, quase que encerrando meu primeiro termo, já estou penando nas notas, mas depois de todo esse tempo, de inúmeras vezes que me perdi naquele bar depois da aula, já consigo jogar esse jogo que hipoteticamente é muito idiota sem nenhuma dificuldade.
Antes, eu via aqueles caras que jogavam bem como seres de outro planeta, agora os vejo apenas como pessoas que repetiram de tal forma, que chegaram quase na perfeição, sendo que perfeição é algo impossível de ser alcançado, nunca, nada nem ninguém alcançará 100 % em nada.
Tudo que fazemos na vida não tem nenhum tipo de segredo, as pessoas consideradas acima da média no que fazem, nada mais são do que pessoas perseverantes, que correram atrás de seus objetivos e treinaram incansavelmente para isso.
Sabe aquele cara que conversa bem com as pessoas, que se relaciona bem com todo mundo, que é assertivo? Não ache que ele nasceu com esse dom, porque não nasceu, ele com certeza passou a treinar esse seu lado opinativo, e aos poucos, isso se tornou natural.
Quando vamos jogar bola, e vemos aqueles companheiros que não erram um toque, ou um chute, aquilo não foi “Deus” que deu, e sim ele mesmo que criou aquela habilidade a partir da repetição.
Gênios como Mozart, Da Vinci e Bill Gattes já tiveram seus tempos de treineiros, onde ficaram exclusos do glamour, da fama, de tudo, e treinavam insaciavelmente, sem medo do passar das horas, sem medo de errar.
Depois de passados esses tempos árduos e remotos, a recompensa é inevitável, porque tudo que você faz diversas vezes, gera um nível elevado.
Por isso, largue esse seus pensamentos invejosos e de coitadinho e vá cuidar da sua vida, vá treinar, para você alcançar seus objetivos e sucessivamente, seus maiores sonhos.

3 comentários:

Guru do Metal disse...

a pessoa que deseja ter o que sempre sonhou têm que ir atrás mesmo e não ficar pensando nesse ou no outro que conseguiu ter ou que se deu bem na vida, todos podem ter ou ser alguma coisa, basta querer e se aperfeiçoar

Lucas Adonai disse...

Corra atrás de seus sonhos.

Caroline Vespa disse...

Temos que correr atras do que quermos