quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

O que combina comigo é


Sempre quando olho um casal unido, fico até com um pouco de inveja.
Talvez pelo fato de eu saber que nunca conseguirei ter um relacionamento forte e tal, porque no fim eu não tenho reais planos a dois.
Sei que essa frase pode ser um balde de água fria, mas no final, não adianta eu ficar querendo algo intenso, sendo que isso nunca acontecerá de verdade.
Bom, na verdade, esse desabafo pode ser uma sensação de impotência, por nem ter a puta coragem de expor o que sinto de verdade...
Mas é foda saber que na verdade, você é uma pessoa sem atitude alguma, e não passa de um grande bosta.
Falar coisas escritas e impostas é fácil, difícil é fazer algo de verdade.
As palavras me deixam enraivado pelo fato de quando eu as uso de forma constante, eu paro na total duvida.
A falta de certeza sempre foi algo que me enterra, e sabe quando vou construir uma relação na dúvida?
Nunca.
Se tudo que eu penso, eu duvido, logo eu sou um filho da puta.
Não não, não iria colocar isso em destaque, mas sim que é muito fácil duvidar e tal, e na verdade o difícil é viver.
Viver seria a resposta de tudo.
Só que eu não consigo emplacar isso na porra da minha vida.
Me vejo um velho resmungão, reclamando de tudo...
Porque na verdade, esse mesmo velho sempre achou que o amor só existia uma vez na vida, mas esqueceu de perguntar o que aconteceria se esse mesmo amor não fosse recíproco.
Ou seja, esse velho caiu na falha do seu próprio sistema, e não sabe mais o que fazer.
A resposta pode estar em uma série de coisas impostas por ele mesmo, e talvez a única verdade seja que ele tem que lutar por algo, mas qual seria o algo?
Misturei tanta primeira e terceira pessoa nesse texto que já me deu nos nervos.
Mas a verdade é a seguinte.
Falta um objetivo real na minha vida, não tenho exata certeza de como faço para achá-lo...
Eu nunca tive um objetivo concreto, e a cada dia que passa, fico com menos certezas ainda.
Arrumar coisas que nunca fui bom para fazer, está sendo um belo de um desafio, mas e quando tudo isso entrar na monotonia? E ai, o que fará Gênio?
Sinceramente eu não sei.
Não sei como será o meu amanhã, e nem me importo muito...
Porque, respondendo o título, eu digo...
O que combina comigo é :
Nada, e sendo nada, não devo me importar com o que as pessoas irão pensar de mim.

Nenhum comentário: