terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Cada um escolhe as suas mudanças


Já fui muito mais arrogante, sei que não sou a pessoa mais humilde do mundo, muitas vezes me acho mais do que realmente sou, mas estou lutando contra esse meu lado prepotente.
Mas o que eu aprendi nos últimos tempos é que cada pessoa tem suas opiniões, seus ideais, seus pontos de vista, sua dignidade.
Um tempo atrás eu me achava no direito de querer interferir nisso, eu achava que eu deveria fazer as pessoas trilharem o caminho que eu, um reles mortal, julgava certo.
Aprendi que eu não tenho esse direito, porque a minha concepção de vida pode não ser a ideal para todos.
Aprendi que eu sou apenas mais um, e não a referência de nada.
Porque eu sou humano e tenho erros, assim como você que está lendo, assim como todo mundo.
Antes, eu tentava mudar a cabeça das pessoas porque eu queria colocá-las no que eu achava o essencial.
A partir de amizades que me fizeram entender a real, comecei a ver que cada um tem um caráter, e que nada nem ninguém pode querer mudar isso.
Aprendi isso.
Aprendi que sou um merda, e não posso simplesmente impor meus pensamentos como se eu fosse o dono da verdade, porque não sou.
Começo a pensar como fui estúpido por muito tempo, porque eu já me achei melhor que muitas pessoas, e agora sei que não sou.
Não posso fazer você mudar de pensamentos em nada.
Depois de descobrir isso, fiquei meio angustiado, porque não sabia onde iria enfiar tudo o que eu pensava ( não responda OK?!), e depois de um tempo comecei a refletir e agora sei.
Sei que eu posso passar o meu ponto de vista, mas apenas para as reflexões, e não para mudança de opinião, porque essas mudanças quem tem que fazer, são as próprias pessoas e mais ninguém.

2 comentários:

B. disse...

Eu me vi como a cara desse texto, haha. Sim, eu tb fui assim. Pensei assim e depois vi o quanto era egoísmo de minha parte. Cada um tem a sua opinião, cada um muda quando sente necessidade de mudar. Afinal ninguém muda por ninguém sabe? Fato é que não adianta a gente querer o bem das pessoas, mesmo sabendo que estamos certas, se elas próprias não querem ver o que é bom.
É cada um por si, não adianta. Vamos deixar nossas ideais para debater e refletir apenas. Como se fossem conselhos. Acho que isso é o certo agora. Depois de ver todos os meus erros, em relação a esse assunto.

Jajá disse...

Tambem me vi nesse texto... Realmente é assim que me senti, mas como ninguém é dono da verdade, isso já me conforta. O difícil é reconhecer que tb erramos...Com o tempo aprendemos que o que pode parecer certo para mim, pode não parecer "certo" para o outro e assim sucessivamente... Uma reflexão sobre boas idéias sempre será válida quando o intuito é o aprendizado e não a influência...