terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Vem pro Pau Ano do Cassete!


Olá leitores do blog Mente Aberta, cá estou eu para falar de algo que foi importante para mim, na verdade vou falar de como foram minhas férias, bem, nem sei se citei que estava de férias do meu emprego, mas enfim, amanhã retorno ao trabalho.
O dia 15 de dezembro foi marcado como meu último dia de serviço, antes de pegar um período de descanso e tal, e olha, esse mês passou rápido pacas, na verdade nem vi o tempo passar.
Fiz inúmeros planos para essas férias, tipo, na minha cabeça daria tempo para fazer um monte de coisa, tipo, eu tinha planejado um sábado do Senhor dos Anéis, que consistia em eu assistir os três longos filmes em apenas um dia, que apesar da trilogia ser fantástica, isso seria quase quanto uma tortura psicológica, acabou que eu assisti os dois primeiros em dias diferentes e não assisti ao Retorno do Rei, apesar de eu gostar mais das Duas Torres, o terceiro é como o abate final, e olhe só, acho que não vai dar tempo de assistir, pois já é 17:05, e nem sei o que vou fazer a noite.
Foi umas férias estranha, porque não pude jogar bola, pelo fato de ter torcido meu joelho esquerdo pela terceira vez em quinze meses, fato esse que estou levando em conta que minha articulação do joelho é muito podre, mas tudo bem, fui meio que obrigado a fazer 10 horas de sessão de fisioterapia, pelas qual passei por muitas horas de tédio extremo.
Olhem só, amanhã eu tenho uma consulta médica e verei qual será o fim de meu joelho, sendo que tem grandes chances de eu entrar na faca, fato esse que está gerando uma pequena onda de estresse na minha cabeça, pois tenho pavor de médico, sério, não sei, me dá calafrios assombrosos quando preciso passar por essa tortura psicológica.
Vamos ver o que eu fiz nessas férias, tipo, arrumei meu quarto, a copa, a dispensa e a garagem de minha casa, fiz isso, é lógico que muitas vezes, fazendo com uma grande preguiça, mas enfim, isso é resultado de alguns dias sem fazer muita coisa.
Nesse período de férias escrevi cerca de 70 artigos para um site que faz a compra dos mesmos, na verdade ao invés de ter feito isso, eu poderia ter feito outras coisas, mas enfim, meu lado capitalista gritou um pouco e acabei ganhando uma boa verba inicial de começo de ano.
Me decidi que o que devo fazer realmente é História, curso esse que confesso ter uma queda declarada desde o começo de minha convivência com a escola, e me lembro que nem era apenas uma matéria, mas sim algo chamado de História e Geografia, mas o que mais me chama a atenção é sem duvida como alguns fatos podem mudar a maneira das pessoas levarem a vida, e sinceramente, eu acho que eu posso passar muita coisa boa para meus futuros alunos, em relação a remuneração, bem, isso não me importa muito, é claro que dinheiro é importante, mas ganharei dinheiro para viver e não viverei para ganhá-lo. E aliás, quando fazemos algo que é de pura vontade e de coração, o sucesso é conseqüência desse trabalho, bom, depois eu escrevo um post mais detalhado sobre isso, mas por enquanto vou me dedicar a falar de minhas férias.
Fiquei um tempo com minha família, sendo que esse tempo estava ficando cada vez mais escasso, e isso me fez muito bem, é claro que gostaria que a mesma fosse mais unida e tal, mas ta bom.
No ano novo eu fiquei muito bêbado, e não quero falar muito sobre isso, bom, esse ano de 2012 eu não bebi absolutamente nada de álcool, mas vamos ver quanto tempo eu agüento.
Relaxei demais, pensei na vida, dormi, não fiz nada, pensei, pensei, pensei e pensei...
Escrevi alguns posts nessas férias, na verdade agora que vou começar a faculdade, e estarei trabalhando, não sei bem se terei muito tempo, mas sempre que der algum tempinho estarei aqui, falando de minha vida, e de assuntos que envolvem a tal, e o assunto que eu mais adoro, que são as criticas.
Perdi um pouco o foco, e embalei em assuntos um pouco românticos, mas confesso que estou entrelaçado em um assunto que me deixa totalmente sem reação, que não vou detalhar aqui, mas quem me conhece bem, sabe do que estou passando, e na verdade o que mais eu espero agora são respostas, logo eu que sempre levantei duvidas sobre duvidas que dizem que nada tem uma verdadeira resposta, mas para esse assunto, eu espero.
Ok, essas foram minhas férias, umas férias recheadas de nada, onde tive pouquíssimas coisas espetaculares, mas que gostei e muito, pois foi um período em que eu conversei comigo mesmo e também foi algo ideal para recuperar as energias e começar esse 2012 voando, vem pro PAU ANO DO CASSETE!
Grande Abraço Gente :D

7 comentários:

João Alexandre disse...

Gostei do texto!!!! hehe

B. disse...

"E aliás, quando fazemos algo que é de pura vontade e de coração, o sucesso é conseqüência desse trabalho, bom, depois eu escrevo um post mais detalhado sobre isso, mas por enquanto vou me dedicar a falar de minhas férias." Concordo, e já pensei em escrever sobre isso tb. Mas é difícil. Um assunto que envolve emocional e racional, então. Talvez eu não consiga mesclar os dois. Se eu for tentar, te aviso.

B. disse...

Sobre o texto,vi que alguém marcou ele como engraçado e realmente, tem um senso de humor implícito nele. Muito legal, despojado.

Guilherme de Carli disse...

Vai com tudo nesse curso que vc escolheu, o mercado de trabalho não é bom para o meu tbm, mas podemos superar esse obstáculo.

(ps: muito tr00zera esse cosplay do Ichigo, adoro Bleach)!

reinaldo del trejo disse...

É, acho que vou me contradizer com minhas palavras, e embalar em um desafio que sinceramente não sei se estou apto a encará-lo.”
Acho que no fim, bem no fundo, sempre fui um covarde que foi corrompido por palavras colocadas em momentos oportunos.
É Um assunto que estou me sentindo tão constipado, que não sei se posso encará-lo com tanta frieza, alias, acho que não sou senhor de mais nenhuma frase.
O que eu faço ?
Não sei.
Não sei...
Mas enfim, obrigado pelo comentário Bia :D
Adoro suas palavras.

reinaldo del trejo disse...

Para mim comentario postado é comentário eterno, mas vou fazer algumas modificações, eu vou em busca de algo novo para respirar um ar um pouco diferente do que estou acostumado.
E essa diferença me fará um bem inconsumível, e é algo que estou precisando e muito.

reinaldo del trejo disse...

Guilherme.
Sim podemos superar, mas agora com o resultado do Prouni, acho que vou mudar de curso, para assim como disse acima, sair um pouco da insanidade que estou entrando.
Sendo que preciso de um novo ar para se respirar.