sábado, 21 de janeiro de 2012

Buscando o novo


Olhei para mim por alguns instantes, comecei a deparar com um ser estranho dentro do meu eu, algo como se não existisse, fosse subliminar, estranhamente, estou alucinado, não sei exatamente com o que, mas mergulhei em algo tão distante que fiquei longe de qualquer coisa considerada normal.
Eu nunca liguei para a palavra normal, mas fugir demais desse contexto está gerando uma coisa estranha dentro de mim, como se eu estivesse virando seilá o que, como se eu realmente não existisse.
Cara, parei, que porra é essa velho?
Sinceramente eu não sei onde eu iria parar, ta bom, eu controlo um pouco o meu sentimental e emocional, mas os dois estavam sendo alavancados para algo tão nebuloso, que não sei exatamente o que viria a ser.
Irracional era tudo isso, como se eu estivesse circunstanciado em uma estrada árdua, que pegaria de forma imediata todos meus conceitos considerados dentro do meu caráter.
Preciso respirar um novo ar, preciso parar de tentar questionar tudo, sendo que isso passou do meu controle para um estado maior, como se tudo estivesse jogado meio que no nada, e não estou preparado para isso, e nunca estarei, e não retornarei a tal estado, porque a poucos instantes atrás eu senti algo beirando a loucura.
Nunca me senti de tal forma, e senti algo estranho brotado em meu peito, que farei de tudo para destruir, vivendo um novo ar, um ar de vida, um ar natural.
Não importe onde seja, eu por um tempo, estou deixando um pouco essas criticas que parecem simplesmente estabelecer uma ligação direta com a loucura, e sinceramente, não estou tão alienado com isso.
Preciso de ar, assim como você leitor pode um dia precisar, mude tudo, e isso que vou fazer, alias, preciso retornar um pouco em meu ciclo antes de começar algo que me manifestou para uma solidão estranha que nunca havia sentido.
Vou dar valor as minhas amizades, sendo que todos precisamos de amigos para simplesmente viver, não importa quem os seja, mas os trate bem para que o mundo volte a girar naturalmente.
E de escolha em escolha, a partir deste dia 22 de janeiro de 2012 vou começar a puxar um novo ar em minhas entranhas para que meu ser se desinfete um pouco da insanidade.
Vou descrever aos poucos isso tudo, e quero que você leitor do Mente Aberta acompanhe essa minha evolução, que Será o único meio da internet que usarei para desabafar por algum tempo os meus pensamentos avulsos e alucinados.

13 comentários:

Aline Marques disse...

Gostei do post!

fotografiasalinemarques.blogspot.com Um blog de fotografia para amantes, amadores e profissionais.

Raphael Cardoso disse...

Grande post, gostei bem do seu artigo, e como vc argumento bem.
ta de parabens pelo blog..
rpcnews.blogspot.com

Abraços

Wagner Noya disse...

bem legal o post, adorei o blog.
http://estilo4u.blogspot.com/

Lucas disse...

Chocante e da hora
Seguindo Retribui?
http://tamosabendo.blogspot.com/

Gabriel B. disse...

Seguindo.


http://darkvermilion.blogspot.com/

Cicero Edinaldo disse...

olá, Reinaldo.
Sempre é tempo de recomeçar, desinfetar a nossa mente de tudo o que não vale a pena. Devemos enfrentar o novo com a cabeça erguida, devemos ter a coragem de trilhar novos caminhos!

Estarei de "mente aberta" esperando os seus novos posts!
---
blogestarcomvoce.blogspot.com

reinaldo del trejo disse...

Cícero

Sim, sempre é momento de deixarmos nossa insanidade de lado e aproveitarmos enfim um pouco a vida.
Sem pressão, sem nada, apenas usando a palavra viver para tal...

Millena Blogueira disse...

Recomeçar e inovar faz parte da vida.

Paulo Gomes disse...

Por isso o seu Blog se chama Mente aberta,certo,você já possui o diferencial,e domina todos os seus atos,é cabeça feita,parabéns.-Um abraço e fica com DEUS.

Eni disse...

A internet.

bom lugar pra iniciar a reorganização de pensamentos não é?
meu blog tambem é cheio de metamorfoses e espero que você tenha sucesso nessa sua virada!

abraços amigo, vamos trocando idéia.

B. disse...

Parece que nos parecemos, até demais. É difícil se sentir assim, é como se vc saísse do seu equilíbrio, como já te disse. As vezes a loucura nos afeta, mas eu tb gosto dessa loucura, confesso. Como tudo na vida, há coisas positivas e negativas. Devemos impor limites, isso sim. Ser meio louco e meio normal. Mudar completamente de uma forma radical, na minha opinião, não é o certo. Por isso, ainda estou em transição, mudando aos poucos. E essa decisão, foi a vida que me ensinou, pq quando decidi buscar um novo eu aqui dentro, foi repentinamente e me causou mais dores que antes. Portanto, se acalme. É tudo questão de tempo (como postou posteriormente). Vc é uma pessoa incrível e vai encontrar o caminho certo. Até lá, esteja certo, de que estou andando contigo, ao seu lado. (embora vc seja um cabeça dura)

reinaldo del trejo disse...

Eni

Valeu.
Espero que de tudo certo, e que eu busca o novo de forma firme.

Abras

reinaldo del trejo disse...

Então Bia, eu estive pensando, acho que o melhor a fazer é mudar, respirar um novo ar, para que somente assim eu possa reencontrar meu equilíbrio racional e emocional.
E se der tudo certo, mas encarar o novo é sempre bom.
Espero que eu encontre meu caminho, e caso eu não encontre, eu faço ele ser, estarei sempre desabafando contigo, pois você me faz bem.
Ah, não sou cabeça dura kkkk.;