quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Aparências não significam nada


Havia acabado de sair da fisioterapia, como outro dia como qualquer outro, para quem não sabe, estou fazendo fisioterapia por causa do meu joelho esquerdo que insiste em se lesionar a todo instante, como dizia, havia acabado mais uma sessão e me encaminhei para o terminal rodoviário para enfim, ir embora para minha casa, para quem nunca fez tratamento de algum músculo, eu só posso dizer que é um verdadeiro saco.
Cheguei no terminal lá pelas 8 e 30, marquei meus horários na primeira sessão para assim conseguir acordar mais cedo, e sucessivamente, aproveitar mais meu dia, já que to de férias tanto do trabalho, quanto da escola, que na verdade irá subir de nível, do nível escolar para o universitário, e estou ansioso para que esses dias passem logo, a verdade é que acordo cedo e não adianta em nada.
Como o próximo ônibus só iria sair as 9 da manhã, resolvi ir na banca ver se tinha chegado a edição de janeiro da Super, mas como não havia chegado, resolvi então pegar alguns jornais da cidade para me distrair um pouco, sendo que já havia escutado tanto Jorge e Matheus em meu celular que já estava me dando nos nervos.
Comprei os jornais e fui sentar em um velho banco daqueles de cimentos que parecem estar estacionados na década de 80, como não havia ninguém, acabei ficando por lá mesmo.
Até que uma senhora de cerca de uns 70 anos se aproximou e sentou ao meu lado, não me incomodei e continuei por lá, simplesmente não levantei a guarda, não que eu deveria, mas nesse instante comecei a pensar como somos preconceituosos para caramba, ou como sou preconceituoso
Digo preconceituoso pelo fato de, por exemplo, quando um jovem mal vestido e maltrapilho senta do nosso lado, ficamos preocupados, como se ele fosse nos roubar ou coisa do tipo, mas quando uma senhora “indefesa” ou uma garota linda senta perto de nós, simplesmente não nos preocupamos. Não estou dizendo que a senhora iria roubar minha carteira ou coisa do tipo, mas estou destacando que julgamos as pessoas pelo que ela é por fora, e isso causa até certo ponto, uma ânsia estranha.
E daí vem a ideia de que a vestimenta ou o físico influencia e muito no que as pessoas pensam de você, nossa, fiquei muito fudido comigo mesmo, pois eu tento evitar ao máximo esse tipo de comparação, mas é foda, tenho que mudar muito meus pensamentos para esse tipo de sensação ir embora por completo, mas ainda tenho muito o que evoluir, sendo que esses pensamentos hipócritas ainda rondam minha cabeça.
Acredito que as pessoas deveriam conhecer um pouco da historia de cada um para depois querer avaliar um ser, e essas avaliações são totalmente estúpidas, sendo que aparências não significam porra nenhuma.
Olhe para si, pense, tente entender o outro para depois desconfiar de um ser humano, pois já vivemos em um mundo muito sombrio, e de nada irá adiantar ficar prejulgando outras pessoas por suas aparências, sendo que existem coisas muito mais importantes do que isso em um contexto humano, como por exemplo, o caráter, por isso, pense muito antes de querer limitar um pessoa por sua descartável aparência, que nada passa de uma simples maneira retardada de agradar a sociedade.

17 comentários:

Lucas Adonai disse...

Muito bom cara! ^^

Filipe Dias disse...

Realmente aparencia não dize nada, ficamaos mais tranquilos quando é um cara de terno que senta ao nosso lado, mas as intensoso podem ser realmente robar vc

Paulo Vitor disse...

É Foda,parece que é algo do nosso subconsciente,em assimilar Caráter com fatores externos, como roupas e status. Fazemos isso não porque realmente queremos, mas sim como método de auto-defesa,numa tentativa de nos fechar para o próximo. Talvez decorrente da Violência do mundo hoje em dia, em que mesmo estando dentro de casa, você está sujeito á assaltos,por exemplo.E Respondemos dessa forma. Particularmente falando,eu gosto destes textos com teor humano,mostrando nossas fragilidades e fraquezas.

Abraços,

Paulo Vitor.
www,blogescot.blogspot.com

poeticadepensee disse...

Realmente é assim mesmo que as coisa funcionam e acho até que é inevitável, não que seja correto. E é difícil mudar isso, olhar pra dentro ao invés de pra fora com questões cruciais como quem serão seus amigos, a pessoa com quem vc quer namorar ou ficar, não acredito que as pessoas mudariam esse comportamento, afinal todos são muito vaidosos ainda...

sweet girl disse...

Seguindo de volta =)
http://onewholovesmakeup.blogspot.com/

Lucas Adonai disse...

É complicado cara... ;/

Raul disse...

Bela postagem cara, a aparência não vou negar que é um cartão de visitas, mas não é o que realmente a pessoa precisa.

lorrainevieira disse...

Lindas palavras, obrigada :D
Estou te seguindo também

reinaldo del trejo disse...

Filipe Dias

É foda, vivemos em um mundo em que estamos moldados a olhar as pessoas superficialmente, e isso é um grande lixo :/

panda white disse...

muito bom!
to seguindo...
passa no meu blog ai pra da uma conferida vlw

http://virersemlimites.blogspot.com/

panda white disse...

muito bom!
to seguindo...
passa no meu blog ai pra da uma conferida vlw

http://visrersemlimites.blogspot.com/

reinaldo del trejo disse...

Paulo Vitor

Muito Obrigado Paulo, por seu comentário em meu blog.
É verdade o que você citou, é lógico que fazemos esse tipo de defesa, porque nosso mundo virou uma grande merda, só que é foda julgar alguém pelo lado externo, sendo que o principal adjetivo que inclui a humanidade, é o lado interno de cada um.
Isso é o que importa.
Se esconder, não é a saída, acho que a grande saída é mostrar que dá para mudar, pois viver na mesma não tá com nada, vamos mudar isso.
Lhe convido para isso.

Grande Abraço

De Reinaldo Del Trejo

reinaldo del trejo disse...

poeticadepensee
Acho que dá para mudar sim, é claro que inevitavelmente buscamos pessoas que nos agradam fisicamente, mas o fisico é descartável, sendo que todos mudam, e o que sobra, é o amor e o companheirismo, não o lado físico.
Obrigado por seu comentário em meu blog, espero que volte sempre, e nunca se arrependerá...
Grande Abraço

De Reinaldo DeL Trejo

Deivide L.M.M disse...

Ja aconteceu comigo isto,as vezes parece simplesmente automatico esse tipo de julgamento,mas realmente aparência não diz nada.

Anna disse...

Acho que esse pensamento nasce com a gente. Não é bem nascer, acho que o mundo como ele é hj, coloca isso na nossa cabeça desde criança entende? Passei por situações semelhantes e tenho a impressão que esse 'mal' faz parte de nossa imaginação, fica impregnado e vai embora com muito custo. Justiça não é uma coisa que se vê todo dia nesse país. Portanto, parece que o meio colabora pra que tenhamos certos preconceitos. Claro que nada justifica, mas só de estarmos tentando mudar o nosso 'coração', já é bom o suficiente, para que mudemos também o nosso cérebro.

Anna disse...

"...sendo que aparências não significam porra nenhuma." Aparência DEFINITIVAMENTE não importa e penso assim desde o começo.

reinaldo del trejo disse...

É verdade Anna, acho que nesse sentido temos que dominar nosso coração e colocar em nosso cérebro, que não existe ninguém que é limitado apenas por sua aparência, pois existem coisas muito mais importantes do que isso...