sábado, 12 de novembro de 2011

Não tenho que parar de reclamar


No começo de meu blog, meus artigos eram muito mais voltados a questões sociais e criticas, era uma filosofia alta, só que com o passar do tempo, não tive muito tempo para elaborar minhas teorias, e essas teorias “diferentes” demoram para serem pensadas, não é coisa de uma hora para outra, e nessa falta de tempo comecei a postar o que eu estava sentindo, comecei a desabafar, colocar alguns poemas, algumas coisas do tipo, mas não quer dizer que eu mudei meus ideais ou minhas ideias, quer dizer que estou guardando minhas altas criticas a sociedade, a religião, a tudo, para daqui a pouco, em um post antigo, denominado “Tenho que parar de reclamar, digo que tinha que parar de procurar defeito nas coisas e tal, mas agora eu tenho a resposta para esse post.
Não, eu não tenho que parar de reclamar, tenho que continuar a meter o pau em tudo que eu achar que está errado, pode parecer uma guerra solitária, mas se for para ser assim, que assim seja, não me importa se vou guerrear de forma só, o que importa é que vou tentar usar todos meus ideais contra tudo que na minha concepção estiver errado, e se conseguir pegar na alma das pessoas, nem que seja um pouco, para mim será o suficiente, não to pouco me fudendo com as criticas das pessoas.
Posso parecer um velho resmungão e coisa do tipo, quero mais é que se foda, vou continuar a ser eu, e nunca vou deixar de questionar o que eu avaliar uma merda, ou seja, o Reinaldo não morreu, pode se dizer que ele adormeceu, mas eu sei que esse cochilo chegou na hora de ser interrompido, e agora, agora vou mostrar minhas verdadeiras garras, não ache que morri, não, eu não morri.

2 comentários:

João Batista de Lacerda disse...

Precisamos morrer para as concepções erradas que nos impuseram, e a partir daí, com a mente aberta, criarmos novos paradigmas para as futuras gerações.

reinaldo del trejo disse...

Correto, nossos ideais em vida podem parecer difíceis ou coisa do tipo, mas se conseguirmos manter nossos objetivos vivos, um dia, nem que demore anos e anos, ele pode ser cumprido, ai vc me pergunta como. Te respondo, para nossos ideais serem cumpridos, ele não precisa ser consumado por nós, também pode ser feito por outra maneira, de geração em geração...