segunda-feira, 26 de setembro de 2011

A realidade não é boa o suficiente


Existem pessoas que vivem um mundo diferente do seu, ou ao menos tentam viver desgrudados do que todo mundo julga o comum, essa maneira de levar a vida, chamo de opção e não loucura.
A realidade muitas vezes é sombria demais para algumas pessoas, ou sombria, ou simplesmente quase nula, muitas vezes acabamos vivendo em um meio que consideramos falho, ou quase que sem graça.
Às vezes a realidade não é boa o suficiente quanto cada pessoa merece, temos que fugir dela para simplesmente poder viver. Por isso não critique as pessoas por fazerem isso, não critique as pessoas por tentarem viver.
A realidade se mostra cruel, muitas pessoas merecem mais do que aquilo, mas acontece que quando uma pessoa tenta buscar um meio diferente de viver, existe uma grande reclusão para esse ato.
É muita sacanagem querer julgar alguém por estar tentando buscar aquilo que lhe faz bem, se essa busca da não realidade não for prejudicial para ninguém, não é discutível, é opcional de cada ser, tentar fazer justiça.
Essa não realidade pode vir a ser idéias fora do contexto que a sociedade julga comum, busca de manias estranhas onde cada pessoa tenta fazer-se feliz com aquilo, ou simplesmente sorrisos onde não existe espaço para o mesmo.
A realidade é simplesmente questionável, cada um escolhe aquilo para si, ou seja, a minha realidade é diferente da sua, e você não pode querer julgar o que eu tento fazer, e nem eu posso julgar a sua opção.
Não podemos julgar a busca contra a realidade, pois cabe a cada um fazer o que lhe faz bem, pois muitas vezes, a realidade é cruel, muito cruel, e existe essa opção, a opção de fugir da realidade.