sábado, 24 de setembro de 2011

Desencantei


Quem já leu algumas postagens minhas, pode notar que nunca citei um de meus vícios, o futebol, mas porra, sou brasileiro, sou fanático por futebol.
Jogo em um time de várzea chamado de Noite Negra Futebol Clube, desde que comecei a jogar nessa equipe, isso no ano de 2009, até sábado havia feito apenas um gol, olha gente, são dois anos e o bacana é que meu primeiro gol foi na minha estréia, pelo qual entrei faltando 10 minutos para o fim,e, fui lá e meti gol, cara habilidoso não? Até eu achei isso.
O tempo passou, de jogo em jogo, jogava de meia, lateral, zagueiro, atacante, de tudo mesmo, até me arriscava no gol, mas nada de fazer um golzinho.
Tudo bem, achava que isso era normal, até que quando vi, fazia um ano que eu jogava pelo time, deveria ter jogado ao menos umas 15 partidas e nada de gol.
O tempo passou, já havia me acostumado com a ideia de simplesmente não marcar, até sábado passado, o jogo começou, o outro time se mostrava insistente, quando menos vimos e já estava 5 a 0 para a outra equipe.
No fim da primeira etapa, fiquei com muita raiva da minha chuteira e a tirei do meu pé, e passei a jogar descalço, e de nada adiantou, pois agora o gramado parecia um sabão, e logo em alguns minutos levei uma foiçada no meio do pé.
O primeiro tempo enfim acaba, a equipe se junta em uma sombra embaixo de uma árvore, sempre tem aqueles caras que tentam colocar a culpa em alguém, e nunca vêem que não tão jogando porra nenhuma, mas ok, voltei para o campo e esperei o juiz que não tem nada de juiz, isso mesmo, não tem juiz, o apito é no grito.
O segundo tempo começa, logo de saída o cara do outro time pega a bola e toca para o zagueiro, corri até ele e consegui pegar a bola de primeira, o goleiro espalma, estava feio o placar e não tínhamos nada para perder.
Até que em um lance isolado, tocamos a bola bem e conseguimos abrir o placar para nosso lado, a reação começa, no outro lance já mandamos uma bola na trave, e depois consigo mandar um voleio que a bola vai para longe do gol.
Bom, tudo estava entrando nos conformes, até que o time adversário resolve jogar, e quando menos vemos, fazem 3 gols seguidos, acho que esse jogo morreu ai, mas tudo bem, até que um atacante de meu time cruza a bola, a bola bate na zaga e em um cara do meu time, até que ela sobra em meus pés, e 2 anos de jejum de gols se dissolve naquele lance, gol chapado, sem chances para o goleiro, olhei para a enorme torcida de 6 ou 7 pessoas, e vi que toda aquela falta de gol iria acabar, ou não rsrs.
Enfim, no final da partida perdemos de 11 a 2, alguns dizem que foi 15 a 2, outros 13 a 2, mas de uma coisa eu sei, se algum filha da peste tentar tirar meu gol, eu mato ksksks, bom, essa é minha historia de meu sábado dia 17 de setembro de 2011, espero que tenham curtido.

Nenhum comentário: