domingo, 28 de agosto de 2011

Queria poder voar


Eu queria poder voar, queria sentir o vento em meu rosto, o mesmo se espalhando em mim, e assim sentir todo o mundo em meus olhos, queria ver tudo aquilo por um outro ângulo, um ângulo panorâmico, para que assim eu posso tentar decifrar como a vida realmente é.

Queria poder voar, não para me sentir maior que outras pessoas, queria poder voar apenas para saber como a vida pode ser, queria sentir o que é a vida.

Queria voar apenas para viver, queria sentir, queria nascer, queria morrer.

Pois eu apenas queria voar, eu quero voar.

2 comentários:

Fabulosa Fabuladora disse...

Podemos voar, quando usamos a nossa imaginação; no momento que imaginamos e sonhamos acordados experimentamos a liberdade.

Estou usando a imagem, mas vou referenciar.

Fabulosa Fabuladora disse...

Oi

legal o teu comentário.

Vou te visitar, mas espero que não te "choque" ou crie inimizade por algum comentário que pareça ser ofensivo, porque eu tenho um jeito simples-sincero e "um pouco(bastante)crítico"

Se quiseres me visitar, esteja a vontade e também para dizer o que pensa sobre as postagens, de bom ou de ruim.