sexta-feira, 24 de junho de 2011

A Procura da definição do amor


Um dos sentimentos mais estranhos de toda a face terrestre, algo avulso de nossa fraca capacidade de raciocínio, pense o que é o amor e a resposta nunca chegará a seu alcance.

Palavras bonitas e rodeadas de magia sempre tentaram traduzir esse sentimento extremamente nobre, mas sempre passando longe, amor é muito maior que tais fracas definições que o ser humano julga achar que está no caminho certo para sua resposta.

Amor, palavra complexa demais para o entendimento hipócrita do ser humano, mas mesmo rodeado desses nervos acentuadamente nocivos a algo magnífico, nós os sentimos. Foge muito da realidade proposta, nos referir a algo que nem os cavaleiros mais nobres da idade média poderiam sentir.

Rodeios e mais rodeios, onde pretendo chegar? O objetivo proposto era tentar ao menos solucionar esse dom do ser humano, que mesmo tendo sangue em seus olhos famintos, ainda mantém essa capacidade que poderia até julgar angelical.

É divino, simples assim, sentimentos positivos em relação a um outro alguém com o intuito de fazer o bem, não importe como, mesmo que uma flecha seja deferida em seus olhos e nada mais pudesse fazer, insisto em procurar esse amor.

Difícil essa jornada, nesse caminho interrupto, sem dúvida existem inúmeros de obstáculos, talvez até eu o tenha encontrado, mas não percebi, mas mesmo assim, creio que meu "par" um dia se apresente a esse só coração, que sorrirá como nunca antes .

Esse complexo sentimento tem essa capacidade, na qual fez um jovem se enrolar em algo que é de sua prática, a escrita, logo o amor enrola a tudo e a todos, deixando um emaranhado de dúvidas referente a sua descrição. Uma conversa no msn gerou essa minha inquietação, culpa maior é da Damarys por esse assunto ter batido em minha cabeça confusa durante toda a madrugada de domingo, mas que pessoa incrivelmente inteligente.

Decepções, dúvidas eternas, rancor, afinal o que será essa palavra totalmente obscura, mas com um toque de todo o fervor de uma flor de Lótus, perguntas e questionamentos rondam minha cabeça confusa, o fato é que inúmeros poetas tentaram colocar em si, o seu grande significado.

Mas amor, amor vai além de qualquer compreensão, é algo muito além, de uma exclusividade nunca vista em nenhuma outra palavra pelo qual o sentimento impõe, basicamente, deve apenas ser sentido, ser vivido, ser presenciado, ser consumado.

Fácil impor uma série de pensamento, rotulando eles, mas nunca ter consumado tal fato, dúvidas eternas, mas apenas pelo fato de conseguir de certa forma introduzir aquilo que o amor representa, já passa a colocar em mente o fato de nem que tenha sido uma pequena faísca de paixão, de certa forma a ardência do amor passou perto daquele peito antes julgado impenetrável.

O grande homem é aquele que consegue demonstrar todo o seu afeto a pessoa amada, dando-lhe total segurança de espírito, colocando na prática tudo aquilo que venho tentando expressar.

Amor, palavra pequena com significado imenso, é isso que é o amor, com o amor, as pessoas conseguem a tal imortalidade, que vai muito além de se manter vivo durante todos os tempos. A imortalidade que digo é a de ficar no coração de uma pessoa, não importa onde esteja, ultrapassando a barreira abstrata da vida, gerando algo do tamanho do universo, que é esse sentimento por muitos considerados algo impossível, esse é o amor, ao menos o verdadeiro.

Se um dia você conseguir chegar a tal ponto, ficarei feliz, espero que um dia eu encontre esse caminho, de algo tenho certeza, não me permitirei de morrer antes de encontrar esse grande amor, nem que em meu último suspiro de vida, para que assim encare o olhar de alguém e diga do fundo do coração “Eu te amo...”, acredito que essa seja a definição mais próxima de amor que eu possa ter.


Texto montado, elaborado e discutido com uma pessoa incrivelmente FODA, Obrigado Arys.

Reinaldo Del Trejo, 21/06/2011.

Nenhum comentário: